segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Máfia do Lixo em Pirapora: R$ 11.693.521,12. O STF deu prosseguimento à Ação Criminal contra Warmillon Fonseca Braga. Também são réus no processo da Máfia do Lixo: Ildemar Cordeiro, Anderson Fonseca Braga e outros.


Warmillon Fonseca Braga, ex-presidiário e acusado de corrupção por assaltar os cofres públicos de Pirapora, mentiu que o processo da Máfia do Lixo acabou, pois foi anulado.

O processo nº 0084001-43.2013.8.13.0512 (1.0512.13.008400-1/001) da Máfia do Lixo não acabou e continua tramitando.

Sobre o Processo Criminal da Máfia do Lixo:

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais desrespeitou a autoridade da decisão do Supremo Tribunal Federal ao anular o processo da Máfia do Lixo por 2 votos a 1 sob o argumento de que o Ministério Público não possuía legitimidade para presidir Inquérito Criminal.

Entretanto, esta matéria já foi decidida pelo Supremo Tribunal Federal no Recurso Extraordinário 593.717/MG, reconhecendo a legitimidade do Ministério Público para presidir Inquérito Criminal.

Por este motivo o Ministério Público ingressou com a Reclamação
22.841 no Supremo Tribunal Federal para modificar esta decisão. O Decano do STF Ministro Celso de Melo solicitou explicações da 5ª Câmara Criminal do TJMG especialmente sobre o alegado desrespeito à autoridade da decisão que o Supremo Tribunal Federal proferiu no exame do RE 593.727/MG”.


Entenda o caso:

O Tribunal de Contas de Minas Gerais, durante o mandato do ex-prefeito presidiário Warmillon Fonseca Braga, realizou auditoria na Prefeitura de Pirapora e constatou que houve fraude na licitação da coleta de lixo, favorecendo a empresa Movimentar Serviços e Construções Ltda.

Na ocasião era presidente da Comissão de Licitação
 Anderson Fonseca Braga, irmão do ex-prefeito presidiário.

Segundo o Relatório do TCEMG, nas notas fiscais referentes aos Contratos 055/2006 e 138/2010, os serviços foram atestados por Ildemar Antônio Cordeiro e José Márcio Vargas Liguori.

Contudo, os Boletins Diários de Transporte apontaram a existência de dados maquiados, com a finalidade de simular serviços não executados.

O Ministério Público de Minas Gerais verificou fraude na execução do contrato de serviços e pagamentos ilegais.


Condenação na 1ª Instância:

A Juíza Renata Souza Viana condenou Warmillon Fonseca Braga a 14 anos e 9 meses sendo:  7 anos, 9 meses e 10 dias de reclusão; 7 anos de detenção; e 582 dias-multa (R$ 1.264.104,00).

No processo da Máfia do Lixo, Warmillon Braga foi condenado por praticar por 77 vezes o crime de apropriação e desvio de bens ou rendas públicas e por 2 vezes o crime de fraude à licitação.

No período de julho de 2005 a setembro de 2011, houve desvios mensais para a empresa Movimentar Serviços e Transportes Ltda, de propriedade de Marcelo Luiz Ottoni e Gilberto Ottoni, que atualizados até maio de 2013 totalizam R$ 3.770.774,16 (três milhões, setecentos e setenta mil, setecentos e setenta e quatro reais e dezesseis centavos), pagos por serviços não executados. Os crimes estão tipificados no artigo 90 da Lei 8.666/93 (Lei de Licitações) e no artigo 1º, inciso I, do Decreto-Lei 201/67, respectivamente.

Na Ação Civil Pública por Improbidade Administrativa, referente à Máfia do Lixo, o Ministério Público também apontou o desvio de R$ 11.693.521,12.

Os técnicos do Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCEMG) afirmaram que, diante das incongruências dos dados apresentados nos Boletins Diários de Transporte e nos controles de ruas e horários, os responsáveis pela fiscalização permitiram e concorreram para o pagamento do excesso de tempo informado pela empresa MOVIMENTAR, em claro e inequívoco prejuízo ao erário municipal.

Falaram, ainda, os técnicos do TCEMG, dos indícios de preenchimento “arquitetados” dos Boletins Diários de Transporte; da velocidade média dos caminhões coletores da empresa MOVIMENTAR estarem bem abaixo da velocidade média usual, “incoerentes e incompatíveis com a realização do serviço de coleta de lixo”; da jornada de trabalho excessiva e impossível praticada pelos motoristas, com casos de jornada diária de mais de 20 horas; da descontinuidade e/ou repetição dos registros de quilometragem, indicando que a quilometragem foi “atrasada”; nas coincidências nos tempos informados nos Boletins Diários de Transporte, sendo que, durante 22 meses consecutivos, foram apuradas exatas 860 horas de serviço prestado e a divergência no tempo previsto para a prestação do serviço e o tempo de execução informado pela empresa MOVIMENTAR, apurado pelo roteiro de limpeza, elaborado pela própria Prefeitura.

Informam os técnicos do TCEMG que foi verificada uma situação bastante bizarra e inusitada, na qual o mesmo motorista dirigiu, simultaneamente, dois caminhões, e que tal fato não ocorreu apenas uma vez. Ou seja, por mais de uma vez e com mais de um motorista, a mesma pessoa dirigiu dois caminhões diferentes, no mesmo dia e horário.

O Ministério Público afirmou que a empresa MOVIMENTAR foi constituída em 1998, com sede de Belo Horizonte, com objetivo social de prestação de serviços relacionados a refrigeração, ar condicionado e ventilação e que, em 2005, as cotas foram transferidas para Marcelo Luiz Ottoni (também acusado) e seu irmão Gilberto Ottoni, que alteraram a denominação social, a sede e o objeto social, que passou a incluir serviços de coleta e transporte de resíduos sólidos e varrição de ruas e logradouros.

De acordo com o Ministério Público, os novos sócios, que não possuíam patrimônio ou mesmo experiência na área, passaram a prestar serviços de coleta e transporte de lixo para o Município de Pirapora, sem licitação.

Diante de tudo o que restou exposto e comprovado pelos documentos que foram juntados no processo e das provas testemunhais, houve direcionamento da licitação para a empresa MOVIMENTAR, em detrimento de outras empresas que também participaram da licitação.

Houve evidente má-fé de Warmillon Fonseca Braga ao conduzir o esquema criminoso que culminou com a fraude nas licitações, deixando de aplicar isonomia entre os candidatos, adjudicando o certame em favor da empresa MOVIMENTAR que era inabilitada para o serviço de acordo com as regras editalícias, ignorando os princípios da legalidade, moralidade, impessoalidade e publicidade.

Consta na Sentença proferida pela Juíza Renata Souza Viana:

Warmillon Fonseca Braga arvorou-se de senhor da cidade e, consequentemente, do dinheiro público que administrava, em detrimento da cidade de Pirapora que, hoje, amarga a falta de estrutura e sofre todos os tipos de mazela decorrentes de uma cidade mal gerida e lesada.

Afirma o MP, em sua peça acusatória, que Warmillon Fonseca Braga, enquanto Prefeito Municipal de Pirapora, desviou recursos públicos em benefício próprio e de terceiros, em razão de pagamentos por serviços não prestados à empresa MOVIMENTAR.

A medição dos serviços se dava por meio de Boletins Diários de Transportes, chamados de BDTs, assinados por alguns dos acusados, como Wanderley de Carvalho Alves, José Márcio Vargas Liguori e Ildemar Antônio Cordeiro.

Ocorre que o TCEMG apurou que os referidos documentos não correspondem à realidade. Pela leitura do relatório do TCEMG e após detida análise da prova testemunhal produzida, o desvio de verba pública se torna evidente.

Evidente se torna, ainda, a existência de um grupo de pessoas liderado por Warmillon Fonseca Braga, que atuava desde o direcionamento das licitações, até a execução dos contratos, favorecendo não somente o ingresso da empresa no serviço público (no caso, a MOVIMENTAR), como proporcionando pagamentos indevidos, em franco prejuízo dos cofres públicos da sofrida e empobrecida cidade de Pirapora.

Até mesmo a forma de remuneração pelo serviço foi pactuada de forma a prejudicar o Município, arrancando-lhe mais dinheiro do que seria justo e necessário.

É alarmante e estarrecedora a sensação de impunidade que reinava na Prefeitura na ocasião.



Acusações contra Ildemar Cordeiro e Anderson Braga no processo da Máfia do Lixo:

Ildemar Antônio Alves Cordeiro (secretário municipal de limpeza urbana no período de 2009 a 2012, atualmente é vereador) foi acusado do crime tipificado no Artigo 1º, Inciso I, do Decreto-Lei 201/67 (por 13 vezes), na forma do Artigo 69 do Código Penal.

Vale lembrar que, quando estava preso, o presidiário Warmillon questionou porque o Vereador Ildemar não estava preso junto com ele.

Veja no link abaixo o questionamento:
http://myriamfigueiredo.blogspot.com.br/2014/03/warmillon-fonseca-braga-questiona.html

Anderson Fonseca Braga (irmão do ex-prefeito presidiário e presidente da Comissão de Licitação) foi acusado do crime tipificado  no Artigo 90 da Lei 8.666/93.

Mesmo afastado por decisão judicial em julho de 2013, Anderson Fonseca Braga continuou recebendo salários da prefeitura até janeiro de 2016, quando finalmente foi exonerado pelo Município de Pirapora. Ele recebeu salários sem trabalhar durante 30 meses, valor em torno de R$ 270.000,00.


Assistam no vídeo abaixo a reportagem da TV Record durante a Operação Waterloo do Ministério Público contra o presidiário Warmillon Fonseca Braga, que culminou em dezenas de Ações Criminais e Cíveis contra ele e outros, bem como a prisão e condenações.


video

61 comentários:

  1. Antonio Carlos15/02/2016 18:13

    Eu olho para a cara desses dois e tenho muito nojo. O preso roubou o dinheiro da prefeitura e deixou a cidade afundada sem dinheiro e não fez nada nos oito anos que foi prefeito. A justiça tem que mandar ele de volta para a cadeia.

    ResponderExcluir
  2. A vida toda o ladrão acreditou na impunidade. Se lascou em um processo 14 anos e 9 meses de prisão. Mas ele tem centenas de processos e vai passar o resto da vida preso.

    ResponderExcluir
  3. José Carlos15/02/2016 19:16

    Quero saber o que o vereador ovelha vai falar sobre essa decisão do STF. Acabou o processo da máfia do lixo como o presidiário e seu lacaio ovelha andaram falando? Vejam o que escreveu o ministro Celso de Mello. Você está frito, futuro morador da Nelson Hungria.

    ResponderExcluir
  4. E o irmão do bandido que quer tomar de assalto a prefeitura de Buritizeiro, hein?
    Olho vivo, gente! Não entregue a chave de sua cidade para uma quadrilha, como fez uma parte do eleitorado piraporense.

    ResponderExcluir
  5. Foi muito duro o despacho do Ministro Celso de Melo. A 5ª Câmara Criminal do TJMG não vai ter saída e vai ter que julgar o processo anulado. Nunca vi um tribunal inferior agir dessa forma e desrespeitar a autoridade de uma decisão do Supremo Tribunal Federal.

    ResponderExcluir
  6. Hoje duas cacetadas na naba do presidiário e da ovelha anã:
    a volta do programa Falando Sério e
    a decisão do STF sobre a máfia do lixo.
    E olhem que o ano de 2016 só está começando.
    Muitas decisões contra os criminosos estão chegando.
    Quem viver verá.

    ResponderExcluir
  7. Quantas vezes Warmillon e Ildemar foram na rádio falar que esse processo tinha sido extinto. Que não tinha mais nada contra eles, Anderson e outras pessoas envolvidas.
    E, agora, são desmentidos pelo Supremo Tribunal Federal.
    Quanta irresponsabilidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O jogo da enganação termina quando todos os papéis se tornaram conhecidos! Andar com bandidos é associação, conviver com eles é conivência, aturar a mentira deles é uma penitência. Por isso o lugar deles deve ser na penitenciária !

      Excluir
    2. Morador do bairro Santo Antonio15/02/2016 21:04

      É claro que, para essa quadrilha existir, desde 2004, em Pirapora, foi necessário o conluio pilantra, o compadrio desavergonhado, o apoio sórdido dos irmãos na criminalidade, para que a casta de larápios pudesse sobreviver dos golpes aplicados no erário público, sem despertar a atenção dos pobres e mal informados, sempre feitos de bestas. Foi assim nos oito anos de roubalheira desenfreada. A quadrilha queria mais, muito mais dinheiro da prefeitura, insaciável, com um único objetivo: enriquecer rapidamente. E no topo da pirâmide da corrupção estava sentado o chefe do bando, ávido pelo milhões da Prefeitura de Pirapora.

      Excluir
    3. O cerco está se fechando para essa horda, amigos.
      O tilintar das algemas já começa a ser ouvido.
      Mãos pra cima que está todo mundo preso!
      Essa eu não perco por nada!

      Excluir
  8. Aposentado na Internet15/02/2016 20:14

    O derretimento de Warmillon é o fim perfeito que um criminoso merece. Espero um grand finale na Nelson Hungria, digno desse enredo sinistro, que quase pôs Pirapora no quinto dos infernos.

    ResponderExcluir
  9. Posso garantir que os que ainda “acreditam” no ex-inquilino da Nelson Hungria são os parasitas que se alimentam de pobres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas pessoas que acreditam e defendem esse figura desprezível ou ficam em dúvida quanto à corrupção dela, são apoiadores do crime ou são cegos de caráter.
      O ex-prefeito não tem mais como enganar e sua pecha de ladrão já ultrapassou nosso estado. Esperamos que sua carcaça putrefata fique para sempre no presídio Nelson Hungria.

      Excluir
  10. Temos uma chance bem próxima de extirpar esse câncer: a eleição municipal deste ano.

    ResponderExcluir
  11. Deus é mais! Essa Quadrilha que terá que dobrar os Joelhos perante a Justiça, tem que devolver cada centavo roubado do nosso povo. Essa Família Chefiada pelo "Chefe Maior" que queria a região toda. Terá que se contentar com uma sela na Nelson Hungria. Agora ao que parece o "Chefe" terá outras companhias para poder jogar buraco e truco.

    ResponderExcluir
  12. Aproveita, vereador ovelha, em seu manifesto de elogio ao ex-prefeito bandido, para saber o que ele fez com a verba federal que veio para a construção da orla fluvial, já que foi usada muito menos da metade do valor que veio e a maior parte foi para os bolsos corruptos do chefe da quadrilha.
    Realmente, não foram feitos o palco, a concha acústica e outras obras complementares, porque o ladrão roubou quase toda a verba, assim como ele fez com outras obras em toda a cidade. E quem diz isto não são os piraporenses, mas o MP e a Justiça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem contar que toda aquela terra que foi usada para o aterro do terreno (quase 5.000 caminhões) sairam de graça, foi retirada do aterro sanitário municipal, e no processo estava que a terra seria comprada. Ou seja, pagou pela terra que era do próprio município. E o dinheiro foi pra onde???

      Excluir
  13. Feliz com a volta do radialista Emerson Santos à rádio FM.
    A Justiça não permitiu a mordaça ao programa Falando Sério e o cerceamento da liberdade de imprensa.
    Pirapora espera que o sócio majoritário, Marcelo Valadares, não se curve novamente a um bandido que deseja ver a mídia de joelhos para ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Célia, foi bom todo esse embroglio ser decidido pela Justiça.
      Nesses últimos meses, quem conhece Emerson Santos sabia que ele não estava fazendo o programa como queria, não era ele ali. Parecia teleguiado, constrangido, triste. Agora tudo voltou ao que sempre foi.

      Excluir
  14. Tem vereador que continua tentando defender o indefensável para manter seu pixuleco. Quanto mais abre a boca para falar asneiras, a população fica com mais nojo e asco dessa corja.
    Como diria Oscar Wilde: “Os loucos às vezes têm cura, mas imbecis nunca.” É o caso desse vereador, sabujo baba ovo de ladrão.

    ResponderExcluir
  15. Acho que o vereador Dalton Figueiredo cometeu um equívoco, em seu pronunciamento de hoje, na Casa Legislativa, ao dizer que as obras da Av. Benjamim Constant e da orla fluvial não foram concluídas, porque o governo não liberou a verba total.
    Vereador, o Tribunal de Contas do Estado de Minas reprovou a aplicação dessas verbas, como de outras, também, na administração do ex-prefeito, por licitações fraudulentas, desvios de dinheiro público e uma série de ilegalidades.

    ResponderExcluir
  16. Aposentado na Internet16/02/2016 13:12

    Parabéns, vereador Antonio Marcelo, pela honestidade e verdade em seu pronunciamento na Câmara Municipal.
    Enquanto os outros vereadores ficam cheios de mesuras, procurando atalhos para não falar sobre a administração corrupta de WFB, e alguns enaltecem o ex-gestor condenado, esse nobre vereador se mostra corajoso, tranquilo, educado, sereno, objetivo para mostrar como a cidade foi prejudicada com os sucessivos desvios de dinheiro na PMP, durante oito anos. Inclusive,ele aponta que os problemas estruturais da cidade não foram fruto da atual administração, mas advêm de outras administrações.
    Meu voto e de minha família já estão garantidos para o vereador Antonio Marcelo.
    Inclusive, para homenagear seus nobres ascendentes, Capitão Paulino e Lídio Carneiro, que tanto fizeram por Pirapora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma grata e surpreendente revelação da política local, dominada por tantos embusteiros e corruptos.
      Um político ético, de bons princípios familiares e morais, com boa bagagem cultural e intelectual, tem impressionado a todos que o conhecem e que o ouvem.
      Que ele persevere dessa maneira, a fim de que os que confiarem seu voto a ele não se decepcionem e possam se sentir satisfeitos com o seu desempenho pessoal e político.

      Excluir
  17. Meu Deus, pena da cidade onde nasci, cresci, que me deu condições de formar como cidadão, onde hj administro uma instituição pública de é responsável por dois Estados do Sudeste com gestor. Pena do meu povo muitas vezes analfabetos políticos, outros aproveitadores deste mesmo povo ( pior ).
    Voltando aos anos 80, onde as coisas funcionavam e não tinha toda essa disponibilidade de recursos circulando através de projetos sociais e outros, ou seja, cidade que não tem recursos para obras e outros, na minha visão é má gestão pública, onde em suas coordenações administrativas não tem pessoas qualificadas para gerir e criar situações, lembro de como td era simples mais real, sem firulas, coisas que o verdadeiro barranqueiro gosta.
    Em janeiro voltei para visitar minha cidade e senti uma boa melhora, cidade mai alegre, rio mais cheio, iluminação nas margens do rio, expectativa de novela, apoio aos artistas da terra ( pouco) onde precisa melhorar.
    Não precisamos de coisas de outro mundo, somente simples mas que nos de prazer de bater no peito e gritar Sou Barranqueiro.

    ResponderExcluir
  18. Buritizeirense Atento17/02/2016 14:16

    A adeeeevogada aloprada continua demonstrando seu pouco apetite para o estudo do Direito. Rasa, superficial, além de mostrar um linguajar chulo, rasteiro, como, por exemplo, dizer a um seu desafeto para "enrolar o rabo bem apertado, sentar em cima, para falar dos outros". Falta de compostura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa mulher é analfabeta, não sabe nada. Como conseguiu passar nos exames da OAB? Certa vez ela disse que assalariado é quem recebe salário mínimo

      Excluir
  19. Supremo autoriza prisão de réus após condenação em 2ª instância


    Por 7 a 4, STF admite prisão logo após condenação em 2ª instância
    Desde 2009, réu podia recorrer em liberdade perante o STJ e o STF.
    Ministros entenderam que condenação colegiada já mostra culpa do réu.



    Por 7 votos a 4, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, em julgamento nesta quarta-feira (17), admitir que um réu condenado na segunda instância da Justiça comece a cumprir pena de prisão, ainda que esteja recorrendo aos tribunais superiores.

    Assim, bastará a sentença condenatória de um tribunal de Justiça estadual (TJ) ou de um tribunal regional federal (TRF) para a execução da pena. Até então, eles podiam recorrer em liberdade ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao próprio Supremo Tribunal Federal (STF).


    E AGORA, WARMILLON?

    NELSON HUNGRIA À VISTA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O juiz Sergio Moro deu uma entrevista sobre a decisão do STF de mandar prender os criminosos depois da segunda instância.

      Ele disse:

      “Eu acho que fecha uma grande janela de impunidade. Fechando essa janela de impunidade, pode haver um recado mais geral de que o sistema está mudando, e que a impunidade não será mais uma regra”.

      Ele disse também:

      “Eu acho que, na medida em que o foco do processo se deslocar mais para o mérito do que para medidas protelatórias, há um ganho, não só para o processo, como para a sociedade em geral. A sociedade quer que o processo funcione”.

      Excluir
    2. Ricardo Noblat


      Será mais arriscado cometer um crime no Brasil e, uma vez condenado, valer-se da morosidade da Justiça, e dos recursos que ela oferece, para escapar da cadeia.

      Em sessão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que os condenados serão presos assim que tiverem a sentença confirmada pela segunda instância da Justiça.

      A regra era prender para cumprimento de pena apenas depois do trânsito em julgado do processo. Quer dizer: quando se esgotassem todas as chances de se recorrer da decisão.

      Agora, não. Se uma pessoa condenada em 1ª. instância recorrer à segunda instância e a sentença for mantida, poderá ser presa de imediato. Atrás das grades, que recorra aos tribunais superiores.

      O juiz Sérgio Moro, da Lava-Jato, sempre defendeu a execução antecipada da pena Para ele, o condenado que tiver a sentença confirmada pelo Tribunal Regional Federal (TRF), de segunda instância, deve começar a cumprir a pena de prisão.

      Até aqui, condenados com muito dinheiro sempre gastaram com advogados caros, capazes de empurrar para um futuro longínquo a palavra final da Justiça sobre crimes que cometeram.

      O futuro ficou mais perto para todo tipo de criminoso.

      O Brasil da impunidade ficou mais distante

      Excluir
    3. Um alerta para aqueles que ajudaram o ex-prefeito em suas licitações fraudulentas, servidores contratados e comissionados, comerciantes e empresários.
      Está chegando o tempo em que vocês serão julgados em Pirapora nos processos que estão em curso na comarca. Vocês poderão ser condenados. Com muita dificuldades, vocês recorrerão ao TJMG. Se as sentenças forem confirmadas, imediatamente, vocês serão presos. Dificilmente, o ex-prefeito os socorrerá. Já lavou suas mãos sujas há muito tempo. Quem importa realmente hoje para ele, é ele mesmo e sua família. Vocês estarão sozinhos, abandonados, sem recursos financeiros para contratar bons advogados, e ficarão mofando em penitenciárias do estado.
      É o futuro que os espera. O dia chegará.

      Excluir
    4. A situação deles é péssima.
      Não terão recursos financeiros para enfrentar os rigores da Justiça.
      Serão tempos de grandes sofrimentos para eles e suas famílias.
      Escolheram o mal ao invés do bem, optaram pela corrupção ao invés da honestidade. A fatura será alta.

      Excluir
    5. Que Palas de Atenas de vitória ao Juiz Sérgio Moro e com seu escudo extirpem do Brasil esses homens gananciosos adoradores do luxo e do dinheiro manchado pelo sangue dos inocentes.
      Que Deus proteja Drª Myriam, Juiz Sérgio Moro, e tantos outros que lutam para que o Brasil e a Terra seja de pessoas civilizadas, evoluídas, que fazem bem ao próximo e ao planeta maravilhoso que nós foi dado. Que assim seja!

      Excluir
  20. Anderson Braga foi afastado em 2013 continuou recebendo da prefeitura até 2016 recebeu salários sem trabalhar 30 meses no valor de R$ 270.000,00.

    Essa é de lascar. R$ 270.000,00 que podia fazer muita coisa aqui.

    Por isso eu não acredito que Léo e Warmillom estão brigados. Léo protegendo Anderson com R$ 270.000,00 sem trabalhar.

    O Ministério Público tem que saber de mais uma ladroagem dos irmãos metralha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo, há um acordo entre os dois, prefeito e ex-prefeito, para que nenhum deles vá às rádios locais para criticar-se mutuamente; o prefeito, então, nem consegue responder aos ataques violentos que vem sofrendo. Está sendo sangrado em praça pública.

      Excluir
    2. Nem Warmillom nem Lêo e nem Indalecio e nenhum desses vereadores que ai estão.Ainda estou esperando o salvador de pirapora ,enquanto ele não aparece meu volto e nulo .

      Excluir
    3. SALVADOR? Só existe um: Jesus! Salvadores da Pátria não existem, no máximo homens e grupos com boas ou más intenções no poder aqui na Terra.

      Excluir
  21. Comerciante da Av. Rodolfo Mallard18/02/2016 12:20

    Aqui na minha loja, hoje cedo, estava ouvindo o programa na rádio AM. Alguns fregueses e eu ficamos horrorizados com o nível do entrevistado. Ao xingar o prefeito, ao falar tantas asneiras, fazer ameaças, e ao dizer que vai esfregar a cara no chão do diretor da EMUTUR, ele chegou ao nível mais baixo que um cidadão pode ir. Essas agressividades não vão lhe dar votos. Parece que ele, seu chefe e seus companheiros querem ver sangue, mortes, cadáveres. O desespero é enorme para voltarem à prefeitura. O povo está calado, mas atento a tudo e a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou comerciante aqui no bairro Santo Antonio e achei lamentável e deprimente a entrevista do vereador Ildemar Cordeiro. Ele, como eu e muitos outros, podemos discordar e criticar a administração do prefeito de Pirapora, cobrar melhorias com respeito, educação, sabedoria, ética, honestidade. Não precisa descer a ladeira rumo à desmoralização, à baixaria, à difamação, às agressões desnecessárias.
      Não votei no atual prefeito, mas, nem por isto, vou querer mortes, sangue e cadáveres, como falou o comentarista aí de cima.

      Excluir
    2. Moço, até um locutor semianalfabeto vive xingando o prefeito, acabando com ele todos os dias, assim como uns dois contratados pelo programa. É pinóquio, mentiroso, sujeira e outros apelidos.
      Uma vergonha para ele e para o prefeito. Ninguém respeita mais a maior autoridade de Pirapora. É ridicularizado todo dia.

      Excluir
    3. Esse cabra mamou muito na prefeitura na época de Walid

      Excluir
  22. Flor dos Buritis19/02/2016 12:17

    Amigos do blog,
    A taxa de iluminação pública não é fixa, com valor de 40 reais para todos os consumidores. Ela é calculada em cima de faixas do consumo de energia. Portanto os valores são variáveis.
    Tem uma advogada que prestou essa informação de maneira equivocada. Assim como já deu parecer baseado em lei prescrita.
    O ódio cega as pessoas e, também, emburrece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga de Buritizeiro20/02/2016 11:39

      Já deram conselhos a ela para cuidar da sua vida pessoal e profissional, deixar de obedecer mandados do ex-prefeito de Pirapora, ter postura e nobreza, não agir e falar com o fígado, mas ela insiste em fazer tudo o que seu "rei" manda.

      Excluir
    2. Também tem o outro lado, buritizeirense.
      Muitos amigos do ex-prefeito tiram-no da realidade com tantos elogios, incentivando-o a ter certeza de que é deus todo-poderoso, dono de Pirapora, que manda na cidade e no povo daqui.
      Como ele é megalomaníaco, recebe esse puxa-saquismo e se acha mesmo tudo isso e mais um tanto. E é aí que ele comete muitas transgressões e ilegalidades.

      Excluir
    3. Os seguidores do presidiário usam da violência, da mentira, da provocação, da truculência, da agressividade, da intimidação, para acuarem os desafetos políticos. Vivem uma guerra diária. Agem de acordo com o manual do chefe, que incita seus seguidores à violência. Roubar dinheiro público para essa seita é a coisa mais natural do mundo. No meio deles não se acha uma pessoa equilibrada, educada, sensata que, mesmo apoiando um corrupto, sabe respeitar as escolhas dos outros.

      Excluir
    4. Paulo César21/02/2016 20:06

      É inacreditável ver pessoas defendendo esse cidadão condenado e ex-presidiário, com unhas e dentes, esbravejando contra a Justiça e o Ministério Público. Perderam a decência, ou, quem sabe, nunca tiveram, idolatrando a corrupção, a roubalheira, a ilegalidade. É triste saber que em nossa cidade tenhamos que conviver com gente tão baixa e mesquinha.

      Excluir
    5. Gente, essa adEvogada é analfabeta de pai e mãe... E ainda tem voz de taquara rachada.

      Excluir
  23. Amiga de Buritizeiro20/02/2016 11:43

    Uma frase do escritor italiano,Umberto Eco, que deveria ser assimilada por todos:

    "A sabedoria não está em destruir ídolos, está em jamais criar ídolos."

    ResponderExcluir
  24. QUE DIA QUE ESSA ADM. VAI COMEÇAR A CAPINA NA CIDADE, A CIDADE ESTÁ UM MATO SÓ, TÊM CALÇADAS TOMADAS PELO MATO, E OS BUEIROS NEM SE FALA, O ANTIGO CAMPO DE AVIAÇÃO EM FRENTE A FUNDAÇÃO, IFNMG, UM MATAGAL DANADO, CRIATÓRIOS DO MOSQUITO AEDES. NÃO EXISTE PODA NAS ÁRVORES, CORTAM AS ÁRVORES AO INVÉS DE PODAR, ÁRVORES BEM PODADAS ALÉM DE DAR SOMBRA DEIXAM ÁS RUAS MAIS LIMPAS, CLARAS E BONITAS. CADÊ ÁS CAÇAMBAS QUE A PREFEITURA, IRIA ESPALHAR NA CIDADE PARA A POPULAÇÃO RETIRAR OS ENTULHOS DAS CASAS????????????????????
    E O RIO S. FRANCISCO DO LADO DE PIRAPORA CONTINUA CADA VEZ MAIS ASSOREADO.

    O BRASIL ESTÁ ABANDONADO, LARGADO, OS GOVERNANTES NÃO CONSEGUEM FAZER O MÍNIMO PARA POPULAÇÃO: SANEAMENTO BÁSICO, EDUCAÇÃO, SAÚDE E EMPREGO. A CORRUPÇÃO O DINHEIRO E O LUXO TÊM DIZIMADO CENTENAS E CENTENAS. MAR DE LAMA, DESEMPREGO, FALTA DE SAÚDE, DE SEGURANÇA, ZICA, DENGUE, MICROCEFALIA, SÍNDROME DE GUILLAIN-BARRÉ, CORRUPÇÃO, DESMATAMENTO, MOSQUITO TRANSGÊNICO, COMIDA TRANSGÊNICA, PESTICIDAS O CAOS JÁ SE INSTALOU. BRASIL PAÍS DO FUTURO...

    SE DEUS É BRASILEIRO DEVE ESTÁ MUITO TRISTE. SÓ UM MILAGRE PODERÁ NÓS SALVAR, SÓ O MILAGRE!
    #SOSBRASIL

    ResponderExcluir
  25. Lagoa dos Patos21/02/2016 19:52

    O ex-prefeito desgraçou a vida de muita gente, em toda sua vida. Deixou um rastro de sofrimento por onde passou. Famílias foram destruídas. Que ele pague por todo mal que fez.

    ResponderExcluir
  26. Como Pirapora deixou que uma pessoa dessa chegasse ao poder tão facilmente, abrindo as portas da cidade para o maior corrupto da política norte-mineira? Quis ser dono do município, impondo a sua vontade aos demais, opondo-se à liberdade de manifestação, perseguindo seus opositores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouvindo a Rádio Pirapora, Ildemar Cordeiro é uma piada como representante do povo kkkkkk

      Excluir
    2. Sem qualquer credibilidade.
      Só pensa em mostrar serviço ao chefe presidiário, atacando os desafetos políticos da quadrilha.

      Excluir
    3. Morador do bairro Cícero Passos23/02/2016 12:43

      O ódio enlouqueceu Ildemar Cordeiro.
      Totalmente desequilibrado.
      Perdeu o rumo.
      É bom que ele não se candidate mesmo à reeleição, porque nunca mais conseguirá uma cadeira na Casa Legislativa. E olha que neste final de mandato ele tem faltado com o decoro parlamentar e enxovalhado a Câmara Municipal de Pirapora e seus pares.

      Excluir
    4. Eu espero que a oposição ganhe as eleições este ano.E se o cordeiro perder que não deem a ele um cargo na prefeitura,porque depois das eleições todos se tornam amigos.

      Excluir
  27. Sérgio Luiz22/02/2016 11:20

    A bola da vez é Indalécio Garcia. Com certeza, está em primeiro lugar nas pesquisas eleitorais. Ser criticado e atacado por um sujeito como Ildemar Cordeiro é elogio.

    ResponderExcluir
  28. Alguém sabe informar, se com a decisão do STF sobre prisão após a 2ª instância, se W pode ser preso mais rapidamente? ele já possui alguma condenação em 2ª instância?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por ser amiga da família de um dos denunciados pelo MP, nos cinco processos criminais, nos quais Warmillon Braga já foi julgado, mas os outros ainda não, gostaria que alguém me desse a seguinte informação:
      - Por não terem sido ainda condenados, alguns deles ainda poderão fazer delação premiada, como estamos vendo na Operação Lava-Jato, para que haja redução de pena para aqueles que resolverem falar tudo o que sabem e fizeram?

      Excluir
    2. Advogado Criminalista24/02/2016 18:44

      Eles podem fazer a delação premiada, igual na Operação Lava-Jato. Para fazer a delação premiada eles devem dizer para o Ministério Público que querem delatar e fazer o acordo de delação premiada.

      Excluir
  29. Moradores do bairro santo antônio,temos que eleger alguém que se preocupe com o nosso bairro.não temos nenhuma creche p/as nossas crianças,e nem nenhuma academia popular. dizem que nosso bairro e um bairro nobre mais eu gostaria de saber aonde estar a nobreza,somos sim um bairro que não aceitamos traficantes e nem malfeitores tentando comandar as nossas vidas.quando tentam se instalar aqui são logo denunciados a policia p/isso a nossa nobreza e de caráter e não material.

    ResponderExcluir
  30. Na primeira audiência geral desde que retornou da viagem ao México, o papa Francisco fez discurso contra políticos corruptos e criticou os "poderosos" que têm sempre mais sede de poder. "Hoje os poderosos, para ter mais dinheiro, exploram as pessoas. É a história dos políticos corruptos que querem sempre mais, mais e mais", afirmou o Pontífice nesta quarta-feira (24)."

    ResponderExcluir
  31. Olá Dra. Você pode me enviar este video?

    ResponderExcluir