segunda-feira, 5 de novembro de 2012

R$ 211.960,00 = Eventos fantasmas em Pirapora?


E as perguntas continuam sem respostas.

O prefeito itinerante vai explicar em quais eventos foram gastos R$ 211.960,00 (duzentos e onze mil, novecentos e sessenta reais)?

A farra com o dinheiro público em Pirapora não tem limites...

Prefeitura M. de Pirapora. Homologação Processo Licitatório nº 047/2012 Modalidade Pregão Presencial com Registro de Preços nº 033/2012 Homologo o Processo Licitatório autorizando a Locação de Equipamentos para Diversos Eventos no Município de Pirapora/MG, pela (s) empresa (s) Shaolin Empreendimentos Artisticos Ltda – Me e Adília Maria de Oliveira Rodrigues no valor total de R$ 211.960,00 (duzentos e onze mil, novecentos e sessenta reais). Pirapora, 04 de junho de 2012. Warmillon Fonseca Braga - Prefeito Municipal (DOEMG. Data: 05-06-2012. Página 20)

Contratante: Prefeitura Municipal de Pirapora. CNPJ da Contratante: 23.539.463/0001-21. Contratada: Shaolin Empreendimentos Artísticos Ltda – Me. CNPJ da Contratada: 13.583.218/0001-68 Contrato: 079/2012 Valor do Contrato: R$ 184.610,00. Vigência: 18/06/2012 à 31/12/2012 Processo: 047/2012. Pregão Presencial com Registro de Preços: 033/2012. Objeto: Locação de equipamentos para diversos eventos no município de Pirapora/MG. Pirapora/MG, 18/06/2012. Warmillon Fonseca Braga – Contratante. Luiz Carlos Martins de Araujo – Contratado. (DOEMG. Data: 06-07-2012. Página 12)

Contratante: Prefeitura Municipal de Pirapora - CNPJ da Contratante: 23.539.463/0001-21. Contratada: Adília Maria de Oliveira Rodrigues-Me. CNPJ da Contratada: 01.189.967/0001-26. Contrato: 080/2012. Valor do Contrato: R$ 27.350,00. Vigência: 18/06/2012 à 31/12/2012. Processo: 047/2012. Pregão Presencial com Registro de Preços: 033/2012. Objeto: Locação de equipamentos para diversos eventos no município de Pirapora/MG. Pirapora/MG, 18/06/2012. Warmillon Fonseca Braga – Contratante. Adília Maria de Oliveira Rodrigues – Contratado (DOEMG. Data: 06-07-2012. Página 12)

Nota de esclarecimento enviada por Shaolim Empreendimentos Artísticos Ltda em 06/11/2012:


199 comentários:

  1. Na estrutura da campanha eleitoral do pitaco, é claro!
    Onde mais, se não teve nenhum evento, a não ser os shows do centenário, cuja estrutura já tinha sido licitada e superfaturada, assim como os shows. 600 mil reais foram para os bolsos da corrupção. E os bocas e seus empregados ainda dizem que não vai dar em nada e que estão prontos para as próximas festas que virão.
    Esta é a filosofia do chefe do bando e seguida por sua quadrilha.
    Esta é a Pirapora, não a honesta e trabalhadeira, mas a dos ladrões, a dos corruptos, a dos delinquentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse blog é d+!!!! sou fã n° 1 !!!!!!

      Excluir
    2. centro da cidade06/11/2012 14:52

      o valor licitado deve ser p pagar os gastos da campanha.

      Excluir
  2. Camiseta Amarela 04/11/12 09:37
    A maioria dos que votaram no pitaco, vendida, comprada, ameaçada, empregada ou simplesmente apática, entregou Pirapora novamente nas mãos dos corruptos.
    Cabe a nós, que não participamos deste crime eleitoral, uma posição firme de cidadania, seja da maneira que nos for possível fazer e caminhar. Sabemos contra quem vamos lutar e contra o que vamos combater. Esta última eleição nos deu muitas lições. Ficar de braços cruzados, achar que pouco ou nada podemos fazer, deixar a desesperança tomar conta de nós, abandonar os sonhos de uma cidade para todos os piraporenses, ter medo da perseguição dos poderosos, nunca mais. E isto já é um ótimo começo de uma longa jornada contra a cruel realidade vivida em Pirapora, cuja história precisa ser reescrita.
    E apesar do prefeito e sua caterva tentarem domar o MP e o Judiciário, esperamos que a justiça, mesmo muito lenta, seja feita.


    Leonice: 04/11/12 20:56
    Olá, Camiseta Amarela, saudades da sua verdade! Não some não, pois precisamos muito dos seus comentários lúcidos e pertinentes.
    Abraços,
    Leonice


    ResponderExcluir
  3. Anônimo04/11/12 08:22
    ESTA É A PIRAPORA DECADENTE:

    Anônimo 02/11/12 07:23
    Festa na madrugada do dia de finados na casa de uma conhecida periguete.
    Quem passava pela rua era agredido com palavrões, gestos indecentes e até orgaos sexuais eram exibidos.
    Imagina o que estava rolando lá dentro.
    Foram cenas chocantes.




    Anônimo 02/11/12 12:09
    A um tempo atrás muita gente que passou pela avenida viu uma sessão de fotos de jovens nus naquela casa. Eles não importam não. Acham tudo muito natural.
    Imagina se a moça tivesse sido eleita, o que faria na tribuna da Câmara?




    Anônimo 02/11/12 14:29

    Anônimo das 7:23,
    por que vc não chamou a PM?
    por que vc não tirou retrato com seu celular e jogou no youtube?



    FLOR DOS BURITIS 02/11/12 12:18
    Eles gostam da safadeza desde que moraram em Buritizeiro. Conheço cada caso horroroso dessa família. A má fama por aqui é antiga. Só cruzaram a ponte e o rio. As práticas imorais continuam as mesmas, só que com mais dinheiro.



    PAULÃO 02/11/12 15:18
    FOI A PERIGUETE DOS UNIFORMES OU FOI A DOIDONA DA FILHA DELA?


    Shirley Aparecida Fonseca 02/11/12 16:02
    Gente, a questão é a seguinte: TÁ TUDO DO-MI-NA-DO! Simples assim. Afinal, há 08 anos a pornografia é que manda e desmanda nesta cidade. Só não vê quem não quer.


    Anônimo 02/11/12 17:12
    Uniformes e mochilas já estão na ordem do dia para serem vendidos (serão entregues???) pela periguete criminosa das licitações. Tá na hora de incrementar o faturamento. Muitas despesas de campanha para serem cobertas. Antes, fantasias e camisetas para o carnaval


    Anônimo 02/11/12 17:17
    Gente, se a mocinha gosta de sexo, que mal há nisso? Talvez seja uma forma de compensação pelo prazer não obtido nas urnas...


    Gú 02/11/12 18:19
    A doida faz suruba c o dinheiro publico das licitações fraudulentas. Lembram a boutique dela ganhou a licitação das máquinas para o centro viva vida.


    rua maranhão 03/11/12 12:02
    etá piriguete safada! Tbm com a família que tem a educação passou longe.



    SE A DOIDA FILHA DA PETIGUETE TIVESSE SIDO ELEITA TERÍAMOS NAS REUNIÕES UMA SESSÃO DE PORNOGRAFIA EXPLICITA. VAI GOSTAR DE PUTARIA ASSIM NA PQP!!!!!

    Cândida02/11/12 16:10

    PAULÃO 02/11/12 15:16, mesmo a tresloucada não tendo sido eleita, já temos assistido de camarote a derrocada moral desta cidade, graças à pornografia pública do itinerante e de sua corja maldita.
    Por acaso, você teve a infeliz oportunidade de ver no fb a postagem de um fake que montou Jesus Cristo dando dedo para Indalécio? A moralidade e a ética que deveriam ser a tônica de pessoas civilizadas, aqui em Pirapora, alcançou este nível degradante, uma verdadeira desgraça.



    Anônimo 02/11/12 16:59
    nunca vi tanta baixaria como a turma do warmi... fez durante as eleições. Montagens imorais, comentários obcenos nas redes sociais. Puxa, como essa quadrilha é baixa, né?!

    Anônimo 04/11/12 17:42
    Aquela família vive na lata do lixo. Não respeita ninguem pois se diz protegida pelo prefeito, vive da corrupção dos cofres públicos, não tem nível moral e é dada às práticas imorais e pornográficas, é desprovida de educação, se utiliza das ações cretinas de brigas e de confusões, dá golpes de todos os tipos um atrás do outro, é a arrogância que virou falta de educação, é a vigarice personificada, é a delinquência declarada.

    Anônimo 04/11/12 18:34
    Só mesmo um estranho como o pitaco, que não conhece as pessoas e nem as famílias de Pirapora, para investir 150 mil reais na campanha da periguete filha, a fim de elegê-la vereadora. Sem educação, sem princípios, sem limites, sem formação intelectual, sem pais educadores e que são péssimos exemplos, uma jovem sem futuro.

    CAPITAL MORENA 04/11/12 21:00
    Tudo o que se refere a esta família, se é que se pode considerar aquele amontoado de família, a da periguete, nada me surpreende, nem tampouco o investimento que recebem do itinerante e do pitaco, pois são farinha do mesmíssimo saco, se merecem, chafurdam na mesma lama podre da corrupção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A filha da periguete já tem emprego garantido na administração do pitaco, mesmo não tendo qualquer qualificação.
      Enquanto em nossa cidade existem desempregados com ótimos currículos, muitos empregados recebendo salários incompatíveis com seu alto grau de competência, somos obrigados a pagar vencimentos dos puxa-sacos inúteis e desqualificados na Prefeitura e em outros órgãos municipais.

      Excluir
    2. Sem contar que essa moça pertence a uma turma sinistra, barra pesada, medonha, com condutas reprováveis e ilícitas.

      Excluir
    3. Esses imbecis e apaniguados do prefeito se acham espertos porque subiram na vida por atalhos tortuosos e imundos, sem precisarem provar a competência que nunca tiveram. São as migalhas distribuídas pelo todo-poderoso a fim de ter seus subalternos de joelhos para ele e dispostos a praticarem todo tipo de crime que seu rei mandar.

      Excluir
    4. essa garota é a cópia da educação que recebeu dos seus pais.Uma Vergonha!

      Excluir
    5. Crisss, com certeza a família não soube educar a louca.

      Excluir
    6. A falta de limites gera marginais. Como dizia um Promotor de Justiça que trabalhou em Pirapora:

      - Quando a família não educa cabe o Ministério Público agir.

      Excluir
    7. kkkkkkkk, piada de justiça? O Ministério Público agiu tanto que o maior ladrão do norte de Minas permaneceu no poder por 16 anos. Mandar menor infrator e bandidim pobre lascado e com um histórico de vida que não favorece pra cadeia é fácil.

      Excluir
    8. Falar de educação para quem não conhece é impossível.

      Concordo com você, Anônimo06/11/12 13:36. Só a Justiça mesmo.

      Excluir
    9. RUA MATO GROSSO07/11/2012 14:24

      ONDE ESTÃO OS RESPONSÁVEIS DA MULHER DESCONTROLADA ?

      Excluir
    10. Ainda vamos ter que pagar um salário gordo / cargo comissionado para uma desqualificada moral e intelectual.

      Excluir
    11. A CULPA É DA MÃE QUE NÃO SOUBE DAR LIMITES, UM TRATAMENTO MÉDICO ADEQUADO A DOIDA DE PEDRA.

      Excluir
    12. muitos filhos retratam a educação q receberam dos seus genitores.

      Excluir
  4. Estive em Pirapora neste final de semana, fui à praia do areiao, mas ela não existe mais. O que aconteceu? Próximo do cais só tem uma terra dura e muita sujeira. O rio está perigoso e com uma profundidade enorme, onde antes era raso e dava para as crianças brincarem.
    Alguem sabe explicar por que perdemos mais uma atração turística em Pirapora? E olha que passamos um tempo grande sem chuvas e era para ter aquela faixa generosa de areia, onde todos nós pegávamos um sol, jogávamos futebol, nossos filhos corriam e brincavam de castelo de areia.
    Será que a obra da orla mudou o curso do rio? Teve alguma interferência?
    Com a palavra os entendidos no assunto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A praia dps do projeto orla acabou.

      Excluir
    2. não existe praia do areião depois do projeto orla. vejam com seus próprios olhos.

      Excluir
    3. Passei por lá ontem p conferir. A praia do areião sumiu do mapa.

      Excluir
  5. A prefeitura fez uma licitação para publicidade de 800 mil reais para os últimos 8 meses deste ano.

    Não vi esta publicidade que justificasse este valor no período,ao contrário a publicidade na campanha e publicidade eleitoral do léo silveira foi muito grande.

    Agora, mais 212 mil reais para locação de equipamentos para eventos no ultimo semestre deste ano, contratados Shaolin e mais uma, não vi estes eventos, ao contrário vi o palanque do léo montado com diversos equipamentos no período eleitoral.

    Sendo que foi o Boca Preta que venceu a licitação e produziu todos os eventos relativos aos Centenário neste período.

    Ou seja, ao que parece temos 800 mil de publicidade, 212 mil em locação de equipamentos para eventos totalizando mais de 1 milhão de reais.

    Sabe o que isso esta cheirando? Que foram os otários de Pirapora que bancaram a campanha do léo.

    Será que foi isso que aconteceu?

    ResponderExcluir
  6. Shaolin, conhecemos de longa data. Está comprometido até o pescoço com essa corja. Agora, quem é Adília Maria de Oliveira Rodrigues? Laranja de alguém?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A FAMIGERADA CORRUPÇÃO CONTINUA FIRME E FORTE NA ADMINISTRAÇÃO DO WARMILHÕES.

      Excluir
    2. Adilia? Outro membro novo da turma.

      Excluir
    3. o laranjal cresce a cada dia. Agora as espécies de laranjas precisam ser modificadas. Um novo laranjal ( novas empresas de fachada) para novas licitações.

      Excluir
    4. Laranjas para todos os gostos.
      Laranjas velhas,
      Laranjas Novas,
      Laranjas bocudas,
      Laranjas uniformizadas,
      Laranjas com pasteis,
      Laranjas com imobiliárias,
      Laranjas trasportes,
      Laranjas da educação,
      Laranjas dos esportes,
      Laranjas da Fundação,
      Laranjas da Medicina,
      Laranjas no exterior,
      Laranjas açougueiras,
      Laranjas nos Lanches,
      Laranjas nos Shows,
      Laranjas da Publicidade,
      Laranjas ,
      Laranjas,
      Laranjas,
      Laranja na imprensa,
      O MAIOR LARANJAL DO NORTE DE MINAS FICA EM PIRAPORA-MG

      Excluir
    5. kkkkk entendi!! O itinerante pinta as repartições públicas de laranja em homenagem ao seu time corrupto de laranjas. kkkkkkk tá explicado. kkkkkk

      Excluir
    6. O QUE MAIS EXISTE SÃO LARANJAS

      Excluir
    7. imóveis em nome de laranjas é o pau que rola.

      Excluir
  7. Ora. não se assustem meu povo! Todos sabem pra onde foi essa dinheirama toda.
    Só uma sugestão: eu sei que anda rolando uma festinhas com mocinhas de 13, 14, 15 e 16 anos... em uma certa propriedade, numa casa linda a beira de um córrego em Buritizeiro... la a coisa da sexualidade e da putaria rola solta. Cuidado pais, cuidem de suas filhas! Eles gostam apenas das novinhas, 13,14,15 e 16 aninhos.

    ResponderExcluir
  8. Amon,
    como é que um candidato a prefeito, desempregado, sem casa própria em Pirapora, com 200 mil reais debaixo do colchão, poderia bancar uma campanha eleitoral milionária como foi a dele?
    Não dá. Não fecha. Não justifica.
    Nós pagamos tudo. Se fizermos um levantamento nas licitações mais suspeitas saberemos como todas as depesas do candidato a prefeito e de seus mais de 100 candidatos a vereador foram pagas. Veremos até boi voando na Prefeitura, e pagaremos por isso, para que eles fechem todas as contas desta campanha de 2012.

    ResponderExcluir
  9. Será que os quadrilheiros acham que todo piraporense é trouxa, que eles enganam todo mundo para ninguem ficar sabendo quem são os beneficiários dessas licitações fraudulentas?
    O chefe rouba, os subalternos roubam, promovem o roubo e a corrupção grassa em todos os níveis da administração municipal.

    ResponderExcluir
  10. Uma parte grande do eleitorado do pitaco vive na escuridão da mentira e da ignorância, sem autoestima, e escolheu mais uma vez viver na lama, na baixaria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viver na lama mesmo, porque a rural vai atolá lá no Sagrada Família, no Cícero passos, no Cidade Jardim... as chuvas já estão aí... e a maquiagem de asfalto do Santos Dumont e outros bairros já está se esvaiiiiiiindooooo...

      Excluir
  11. Bem feito, moradores do meu bairro Aparecida. Esperem sentados pelo prefeito eleito voltar com as bombas da lagoa. Elas já estão num sítio em Buritizeiro. Preparem-se para ter as casas invadidas pelas águas das chuvas. O povo pobre dos bairros só serve para dar voto e nada mais. E se o candidato do prefeito tomar posse em janeiro, a situação vai ficar muito pior. O dinheiro que entrar na Prefeitura será para sustentar o atual prefeito e seus familiares, o futuro prefeito e seus familiares, o cangaceiro e seus familiares, os vereadores viciados, a mídia comprada e os puxa-sacos atuais e os futuros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse ano vai ser de muita chuva, pelo visto. Preparem-se para fugir daí às pressas. E a lagoa do bairro Cícero Passos tbm, ai, ai. O bicho vai pegar. Qualquer coisa, manda o povo do Cícero Passos que votou no homem chamar o super warmilhões ladrão de bomba do bairro Aparecida pra resolver, kkk

      Excluir
    2. As bombas sumiram da lagoa na administração do warmilon. Por que elas foram arrancadas de lá? Onde elas estão? Perguntas que não querem calar.

      Excluir
    3. Prezada Flor, as bombas devem estar em alguma das sete fazendas do warmilhões.

      Excluir
    4. Por que os moradores do bairro Aparecida não procuram o Ministério público para denunciar o desaparecimento das bombas da lagoa na administração do warmilon.
      ??????????
      ?????
      ???
      ??
      ?

      Excluir
    5. Esquenta nao e´so chamar o JOFROUXO,que vai la com a camionete dele e retira os seus amigos de la,afinal muitos que moram ali se venderam para ele por 50 reais.

      Excluir
    6. espera dormindo. ZZZZZZZZZZZZ

      Excluir
    7. QUERO VER QUANDO A LAGOA TRANSBORDAR.

      Excluir
  12. Muito estranho o comportamento do programa Falando Sério sobre as denúncias contra os vereadores, publicadas pelo jornal Hoje em Dia. Enrolaram, enrolaram e não disseram nada. O fato de que existem investigações também na prefeitura e pouco divulgadas (?) tem sido usado como desculpa. Sei não. Algo mudou...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Servidor Municipal05/11/2012 14:05

      Pouco divulgadas, não. Nunca divulgadas.
      As informações sobre as duas auditorias realizadas por mais de vinte técnicos, auditores e engenheiros do TC, aqui na Prefeitura de Pirapora, estão guardadas e ninguem sabe o seu conteúdo e muito menos se resultarão em denúncias do MP de BH. Sei que muitas irregularidades foram achadas e comprovadas, acompanhei bem de perto todas duas, mas o que o prefeito diz por aqui é que não acharam nada, que ele é inocente e somente na Câmara é que foram encontrados muitos ilícitos dos vereadores. Ele está alegre com o desvio do foco da corrupção na Prefeitura. Mesmo com seus vereadores acusados de desvios. Também eles já foram reeleitos e o outro já é vice-prefeito.
      Estou revoltado.

      Excluir
    2. Também achei os radialistas muito cheio de dedos, apresentando mil desculpas pra não falar no assunto. Noutros tempos, o emerson cairia matando...

      Excluir
    3. A imprensa piraporense não é isenta. Não se iludam.

      Excluir
    4. vamos aguardar... cenas dos próximos capítulos.

      Excluir
    5. Entendo que ainda há muito a melhorar.

      Queremos uma Imprensa livre, imparcial, justa.

      Uma imprensa que seja a voz dos piraporenses.

      Excluir
    6. A propósito, dá para notar que a imprensa marrom está perdendo a compostura na defesa do corrupto chefe.

      Excluir
    7. JÁ PERDEU A COMPUSTURA A MTO TEMPO.

      Excluir
  13. Anônimo das 12:28,
    o povo sem vergonha e descarado que deu um cheque em branco para o candidato do prefeito, quis continuar dando guarida a bandidos. É gente que não gosta do trabalho honesto e acha cansativo a labuta do dia a dia. Prefere a vida mansa dos empregos arranjados. Por isso, finge não ver os crimes na administração pública e tolera para continuar usufruindo da vida boa.

    ResponderExcluir
  14. Ao povo é dado o poder de opinar de 4 em 4 anos.
    Mas parece que aqui em Pirapora o povo prefere beneficiar os meliantes públicos e continuar boiando na lama e no lixo em que foi atirado nos últimos 8 anos. Isto é que é gostar de sofrer.

    ResponderExcluir
  15. quem está no esgoto conhece perfeitamente o caminho das ratazanas.
    o povo votou nos ladrões sabendo quem eles são.
    ninguem é iludido não.
    é cumplice. é comparsa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é a própria mulher de malandro, quanto mais apanha mais gosta.

      Excluir
  16. Fui criada num lar de total idoneidade, e meus pais sempre disseram que honestidade não é virtude, é obrigação. Como posso me conformar com esta situação na Prefeitura de Pirapora?
    Como poderia escolher o candidato do prefeito e deixar de votar em Indalécio, homem honesto e honrado? Estaria renegando e jogando na lata do lixo toda educação recebida dos meus pais.
    Por isto, resisto.

    ResponderExcluir
  17. “O que é a honra? Uma palavra. O que há nessa palavra honra? Vento.”
    William Shakespeare

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Honra o prefeitin não conhece.

      Excluir
    2. a impunidade move o itinerante a roubar mais.

      Excluir
  18. Mais uma licitação fraudulenta.
    Estamos sendo roubados por essa gang e temos de ficar calados e quietos, porque "política se faz é assim mesmo", "todo político rouba", o prefeito rouba mas faz", "o prefeito é poderoso e persegue seus adversários". Eles estão tirando o dinheiro de nossos bolsos, com aquela cara de pau emoldurada por um sorriso vigarista nos lábios, de quem está fazendo o povo inteiro de uma cidade de otários e de imbecis.

    ResponderExcluir
  19. Estão roubando o nosso dinheiro, debaixo dos nossos narizes. Inaceitável isso, eu não consigo aceitar isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outra licitação para arrancar dinheiro do piraporense.

      Excluir
    2. uma licitação sem necessidade.

      Excluir
  20. EM RELAÇÃO AO QUE ACONTECE AQUI, ESSES DOIS PREFEITOS SÃO PIVETES
    *****
    MPF investiga prefeitos em Minas por fraude em licitação

    De acordo com o Ministério Público Federal, os prefeitos teriam lançado editais às vesperas dos eventos culturais a fim de beneficiar as empresas

    Marcelo Ernesto

    Publicação: ESTADO DE MINAS - 05/11/2012 16:10 Atualização: 05/11/2012 16:14

    Dois prefeitos em Minas estão sendo acusados pelo Ministério Público Federal (MPF) de realizarem fraudes em licitações. Segundo o MPF, Eli Dorneles Gonçalves (PR), prefeito de Guaraciaba, e Maria das Dores de Souza Vilas Boas (PMDB), prefeita de Jequeri, teriam forjado um processo licitatório, nos respectivos municípios, para contratação de empresa para realização de eventos com verbas do Ministério do Turismo. Se forem condenados nas ações de improbidade administrativa, os prefeitos podem perder o mandato, terem os direitos políticos caçados e ainda pagar multa. Para o MPF, nos dois municípios, os procedimentos para licitação foram realizados apenas para dar “aparência de legalidade a uma escolha prévia e arbitrária”. Além dos prefeitos, também foram acusados de improbidade os servidores públicos responsáveis pelos pregões. Os dois municípios ficam na região da Zona da Mata.

    Ainda conforme o MPF, os editais para a Festa de Peão de Boiadeiro, em Guaraciaba, e para o 1° Festival Cultural, em Jequeri, teriam sido publicados às vésperas da realização dos eventos e previam a contratação de atrações musicais já definidas. “A menos de um mês dos respectivos eventos, as prefeituras publicaram editais já sabendo quais artistas estariam disponíveis nas datas de realização dos eventos, o que demonstra que a própria empresa vencedora da licitação também já havia sido escolhida”, argumenta o MPF.

    Conforme a ação, em Jequeri, o processo licitatório foi feito um dia antes da realização do evento, inviabilizando a participação de outras empresas do certame. Para o Ministério Público, a participação de apenas uma empresa seria um indicador da fraude. Já em Guaraciaba, apesar da participação de outras empresas, elas foram desclassificadas pelo responsável pelo pregão porque “não possuíam instrumentos de exclusividade com as bandas citadas no edital”. Outro fator comum: ambas as empresas – em Guaraciaba, Tamma Produções Artísticas Ltda, e em Jequeri, Juninho Araújo Produções Ltda – apresentaram supostos contratos de exclusividade com os artistas contratados, todos eles assinados às vésperas das licitações e apenas para aquele evento específico.

    Ao todo, os dois contratos com as prefeituras receberiam R$ 180 mil de verba do Ministério do Turismo. O município de Guaraciaba firmou convênio no valor de 80 mil reais e contrapartida de R$ 25 mil. Já o município de Jequeri, firmou convênio no valor de R$ 100 mil e contrapartida municipal de cinco mil reais.

    As prefeituras dos dois municípios foram procuradas pela reportagem, mas em nenhuma delas os responsáveis pelos setores jurídicos foram encontrados para responder aos questionamentos e não retornaram as ligações até o momento da publicação da matéria.

    ResponderExcluir
  21. Outra licitação sem explicação em Pirapora. Vergonha!

    ResponderExcluir
  22. Maria Helena05/11/2012 18:59

    CENTRO-OESTE/MG – JUIZ DO TRE/MG SUSPEITO DE FACILITAR SENTENÇAS FAVORÁVEIS A POLÍTICOS CORRUPTOS

    Políticos e ex prefeitos comprovadamente corruptos cuja má-fama se encontra estigmatizada na tinta negra do carimbo Ficha Suja podem estar comprando, na Corte do próprio Tribunal Regional Eleitoral de Minas – TRE, sentenças favoráveis para viabilizar suas candidaturas às eleições municipais de 07 de outubro próximo.

    Em bombástica matéria publicada, recentemente, o Jornal Estado de Minas denuncia que o mais novo juiz do TRE, Flávio Couto Bernardes, coincidentemente, autor de uma liminar permitindo a continuidade da propaganda eleitoral do médico Paulo Uejo, de São Gotardo, desempenha, simultaneamente, a função de magistrado e advogado de políticos envolvidos em casos escandalosos de corrupção, podendo estar sendo pago pelos clientes até mesmo com dinheiro da Assembbléia Legislativa. O Centroesteurgente publica, abaixo, a reportagem do EM que deixa o magistrado sob forte suspeição.

    Neste dia 04, inclusive, Bernardes também acolheu pedido de embargos declaratórios representados por Uejo solicitando, através dos seus advogados, revisão da sentença do dia 23 de agosto, do próprio TRE, cujo resultado de 4X2 confirmando sua impugnação suscitaria possibilidade de contradições passíveis de serem contestadas.
    Ontem, no entanto, a desembargadora Alice de Souza Birchal, relatora do próprio recurso impetrado por Uejo, voltou a se manifestar através de voto, rejeitando as alegações de Paulo Uejo e a própria decisão de Flávio Bernardes. Nas suas considerações apresentadas em 04 laudas ela conclui: “assim, feitas as considerações pertinentes à espécie, rejeito os embargos de declaração opostos. É como voto”.

    Em nada foi alterada a situação político-jurídica de Uejo que continua com sua candidatura indeferida. Ele tem a seu favor a liminar concedida pelo próprio juiz Flávio Bernardes garantindo a continuidade de sua propaganda política, enquanto aguarda decisão no Pleno do TRE ou, futuramente, de recurso no Tribunal Superior Eleitoral.

    CONTINUA NO OUTRO POST

    ResponderExcluir
  23. Maria Helena05/11/2012 19:02

    CONTINUAÇÃO

    CONTRATOS GARANTIAM GRANDES REMUNERAÇÕES AO JUIZ

    Leiam, na íntegra, a matéria bombástica na qual o Jornal Estado de Minas faz gravíssimas denúncias que já deveriam ter levado o juiz Flávio Couto Bernardes a pedir seu próprio afastamento da Corte do TRE, sob alegação de suspeição:
    “O mais novo juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) atua em ações para políticos e partidos que tramitam na Justiça. Flávio Couto Bernardes é um dos cinco advogados contratados pelo deputado estadual Paulo Lamac (PT) em processo a que ele responde por improbidade administrativa na 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça mineiro. E o que é pior: o trabalho conjunto, que custou R$ 40 mil, pode ter sido remunerado com dinheiro público saído dos cofres da Assembleia Legislativa entre abril e dezembro do ano passado.

    De acordo com a prestação de contas dos gastos disponível no site da Assembleia Legislativa, os repasses em parcelas de R$ 5 mil foram feitos para Mattedi Maziero e Advogados Associados, que tem entre os sócios Wederson Advíncula Siqueira, parceiro profissional de Flávio Couto e que também advoga para Lamac. A ação proposta pelo Ministério Público começou a tramitar na 3ª Vara da Fazenda Pública de Belo Horizonte em maio do ano passado. Chegou ao TJ em grau de recurso poucos meses depois.

    A Deliberação 2.446/2009 da Assembleia Legislativa permite o gasto de verba indenizatória com escritórios de advogados, mas desde que o serviço prestado tenha relação com “atividade inerente ao exercício do mandato parlamentar”. Para a indenização é exigido do deputado apenas o currículo do profissional contratado, e em caso de pessoa física o comprovante do recolhimento mensal do Imposto de Renda (IR) sobre o respectivo serviço.

    Quatro colegas de plenário de Paulo Lamac – Antonio Julio, Ivair Nogueira, Sávio Souza Cruz e Tadeuzinho Leite, todos do PMDB – também contrataram serviços do escritório Mattedi Maziero. Juntos, os peemedebistas destinaram da verba indenizatória R$ 142,2 mil. Todos os repasses para o escritório Mattedi Maziero pertencem ao item “consultoria, assessoria e pesquisa”, o mesmo apresentado pelo petista na sua prestação de contas.

    A ligação entre Flávio Couto Bernardes e Wenderson Advincula Siqueira e seus respectivos escritórios – Bernardes & Advogados Associados e Mattedi Maziero Advogados Associados (recentemente alterado para Mateddi Savassi) – pode ser vista ainda na ação em que advogam para o PRTB, réu em processo ajuizado pelo presidente da Ultramig, Jorge André Souza Periquito. O político foi destituído da presidência da legenda no ano passado em razão de brigas internas. Eles também atuam juntos em uma ação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) movida pelo PMDB em que pedem a vaga de vereador que deixou a legenda e filiou-se ao PSB.

    CONTINUA NO OUTRO POST

    ResponderExcluir
  24. Maria Helena05/11/2012 19:03

    CONTINUAÇÃO

    A parceria entre os advogados é questionada pelo Ministério Público em ação que tramita na Justiça em Mariana. Ambos respondem a um processo de improbidade em que é questionada a contratação – sem licitação – do escritório de Flávio Couto para prestar serviços jurídicos ao município. Flávio Couto Bernardes, que advoga para o ex-ministro Hélio Costa (PMDB), teria sido indicado pelo então procurador-geral do município, Wederson Advíncula Siqueira. O contrato questionado pelo MP foi assinado em 6 de maio do ano passado na modalidade “êxito”, em que, quanto maior o “sucesso”, maior a remuneração. Além de um parecer, o escritório cuidaria de uma ação questionando o repasse pelo Estado de ICMS relativo às operações de uma mineradora e o recolhimento do Valor Adicional Fiscal do município (VAF).

    Uma cláusula previa R$ 98 mil na entrega do parecer; R$200 mil se o valor de êxito fosse até R$ 2,5 milhões; R$ 350 mil de êxito se o valor fosse de até R$ 4 milhões ou R$ 500 mil de êxito se o valor ultrapasse os R$ 4 milhões. No entanto, o MP alega que o município já havia ganho a ação. “Em 2007, o TJMG já havia decidido a causa, inclusive com a efetivação de depósito judicial prévio a favor do município de Mariana em valor superior a R$ 6 milhões”, afirmou a promotora Giselle Luciane de Oliveira Lopes Viveiros Melo. Ainda de acordo com a ação, o dinheiro estava depositado em conta em favor do município e bastava um mero pedido de alvará judicial para o saque.

    Para o Ministério Público, o objetivo do contrato era levantar recursos para que a prefeita Terezinha Ramos – cassada pela Câmara Municipal – quitasse honorários devidos a Wederson Siqueira – que a assessorou em ações durante e depois das eleições de 2008. São listados como réus na ação, além de Flávio Couto Bernardes e Wederson Siqueira, a prefeita Terezinha Ramos, os secretários da Fazenda, Milton Francisco de França Silva, e de Administração, Carlos Alberto Ferreira.

    O MP pede o afastamento da prefeita, nulidade do contrato contestado, devolução dos R$ 98 mil pagos pelo parecer, perda da função pública da prefeita e dos secretários, suspensão dos direitos políticos por pelo menos cinco anos, pagamento de multa civil equivalente a até duas vezes o valor do dano causado ao erário e proibição de contratar com o poder público por cinco anos.

    Outro lado

    O deputado Paulo Lamac (PT) negou que tenha usado dinheiro da verba indenizatória para pagar os serviços dos advogados Flávio Couto Bernardes e Wederson Advíncula. Segundo ele, o contrato firmado com ambos prevê a modalidade de êxito, ou seja, em caso de vitória na ação a que responde na Justiça, seria pago um valor que o parlamentar não soube informar. No entanto, a partir de um acordo com os outros deputados estaduais que respondem a processo pelo uso de verba indenizatória na Câmara de Belo Horizonte, os advogados foram destituídos e um novo profissional vai defendê-los na Justiça. Lamac afirmou ainda que Wederson presta serviços no escritório de Flávio Couto e que pagou R$ 40 mil para a assessoria deles na elaboração de projetos de lei – embora a Assembleia Legislativa disponibilize 85 consultores para auxiliar os deputados”

    http://www.centroesteurgente.com.br/?p=7825

    ResponderExcluir
  25. NOVIDADE ESTE PREFEITO ROUBAR O NOSSO DINHEIRO E´ MAIS ANTIGO QUE ANDAR PRA FRENTE.
    VOCES VAO VER O QUE E´METER A MAO NO DINHEIRO PUBLICO,SERA A PARTIR DE 2013,LEU SUJEIRA ESTARA BEM ASSESSORADO PELO CANGACEIRO LADRAO E O SECRETARIADO CONTARA COM O MAIS NOVO LADRAOZINHO O JOVEM FALSIN,ALEM DE ALGUNS CANDIDATOS A VEREADOR QUE NAO FORAM ELEITOS,A SEDE AO POTE DEVE ESTAR GRANDE.
    A EQUIPE QUE O LEU SUJEIRA ESTA MONTANDO E´ DA MELHOR QUALIDADE NO QUEZITO ROUBAR,SURRUPIAR,ENGALOBAR ,O ,MAS ELES SABEM BEM QUE DAQUI A 04 ANOS ,01 NOTINHA DE 50 OU 100 REAIS COMPRARA OS VOTOS DOS ELEITORES QUE SAO DA MESMA LAIA DELES.
    TORÇO PARA QUE ESTE PERIODO CHUVOSO SEJA BEM GRANDE E PRECIPITAÇOES ALTAS PARA ESTES IMBECIS SE F....

    TERRA DE ESPERTALHOES TOMARA QUE DURMAM NA LAMA.

    ResponderExcluir
  26. A psicóloga Lizete Verillo, diretora da ONG Amarribo (representante no Brasil da Transparência Internacional), afirma que em 12 anos trabalhando com ações anti-corrupção ela nunca esteve tão otimista - e justamente por causa dos jovens.

    "Quando começamos, havia um distanciamento do jovem em relação à política", diz Lizete. "Aliás, havia pouco engajamento em relação a tudo, queriam saber mais é de festas. A corrupção não dizia respeito a eles."


    No Rio, manifestantes defendem "limpeza" no governo
    "Há dois anos, venho percebendo uma grande mudança entre os jovens. Estão mais envolvidos, cobrando mais, em diversas áreas, não só da política."

    Para Lizete, esse cenário animador foi criado por diversos fatores, especialmente pela explosão das redes sociais, que são extremamente populares entre os jovens e uma ótima maneira de promover a fiscalização e a mobilização.

    Mas se a internet está ajudando os jovens, na opinião da psicóloga, as escolas estão deixando a desejar na hora de incentivar o engajamento e conscientizá-los sobre a corrupção

    "Em geral, a escola é muito omissa. Estão apenas começando nesse assunto, com iniciativas isoladas. O que é uma pena, porque agora, com o mensalão, temos um enorme passo para a conscientização, mas que pouco avança se a educação não seguir junto", diz a diretora. "É preciso ensinar esses jovens a ter ética, transparência e também a exercer cidadania."

    ResponderExcluir
  27. Políticos x cidadão comum

    Os especialistas concordam que a corrupção do cotidiano acaba sendo alimentada pela corrupção política.

    Se há impunidade no alto escalão, cria-se, segundo Lizete, um clima para que isso se replique no cotidiano do cidadão comum, com consequências graves. Isso porque a corrupção prejudica vários níveis da sociedade e cria um ciclo vicioso, caso de uma empresa que não consegue nota fiscal e, assim, não presta contas honestamente.

    De acordo com o Ministério Público, a corrupção corrói vários níveis da sociedade, da prestação dos serviços públicos ao desenvolvimento social e econômico do país, e compromete a vida das gerações atuais e futuras.

    ResponderExcluir
  28. O sujeira já escolheu o seu secretário de esportes(fonte:vereador eleito amigo Ke.e seus aviõezinhos do bairro aparecida). O jeguemar,tomara que não seja verdade,pois se for! será o enterro do resto do esporte que sobrou em pirapora!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é o fim do mundo.

      Excluir
    2. O crime organizado dentro da política. Pirapora esta a deriva.

      Excluir
  29. Esperar o que da justiça,se o juiz e´ um advogado corrupto,a advogada de warmilhoes e´ ex integrante do orgao julgador,mas e´ nunca que alguma coisa desfavoravel a ele sera julgado contra.

    ResponderExcluir
  30. MPF aciona prefeitos por fraude em festas com verba pública

    Cada vez mais comuns no interior de Minas, mais duas fraudes em licitações destinadas a contratar empresas para a realização de eventos com verbas do Ministério do Turismo foram denunciadas na última segunda-feira (5) pelo Ministério Público Federal (MPF). Desta vez, as ações de improbidade são contra os prefeitos de Jequeri e de Guaraciaba, na região Central.
    Eli Dorneles Gonçalves, prefeito de Guaraciaba, foi acusado de fraudar uma licitação para a realização da 13ª Festa do Peão de Boiadeiro. Maria das Dores Vilas Boas, prefeita de Jequeri, foi acusada de fraude na concorrência para a promoção do 1º Festival Cultural. Os esquemas, que se utilizaram de verbas federais, ocorreram de maneira semelhante.
    Os editais foram publicados às vésperas da realização dos pregões e previam a contratação de conjuntos musicais já definidos. “A menos de um mês dos eventos, as prefeituras publicaram editais já sabendo quais artistas estariam disponíveis, o que demonstra que a própria empresa vencedora havia sido escolhida”, afirma o MPF.
    Em Jequeri, compareceu ao pregão, realizado no dia 23 de julho, apenas a empresa “Juninho Araújo Produções”, que foi declarada vencedora com o preço global de R$ 80.400. O evento teria início no dia seguinte, 24.
    Para o MPF, a ausência de outras empresas a comparecer nesse “fictício” pregão deveu-se à extrema proximidade entre sua realização e o início das festividades. “Em apenas um dia, que era o prazo disponível, nenhuma empresa conseguiria montar a estrutura, a menos que já tivesse sido escolhida”.

    Em Guaraciaba, os fatos ocorreram da mesma forma, embora outras empresas tivessem participado do pregão e tivessem sido desclassificadas sob o argumento de que não cumpriam as exigências.
    Exclusividade
    Esse foi outro fator comum: ambas as empresas – em Guaraciaba, “Tamma Produções Artísticas”, e em Jequeri, “Juninho Araújo Produções” – apresentaram supostos contratos de exclusividade com os artistas contratados, todos eles assinados às vésperas das licitações. Outra ocorrência que chamou a atenção foi o fato de que as licitações teriam ocorrido antes da assinatura dos convênios com o Ministério do Turismo.
    Guaraciaba firmou convênio em 18 de agosto de 2009, para um evento realizado nos dias 20 a 23 de agosto daquele ano. Jequeri, por sua vez, firmou convênio no dia 24 de julho de 2009, para o evento nos dias 24 até o dia 26 de julho. Segundo o MPF, os procedimentos foram realizados apenas para dar “aparência de legalidade”. Os prefeitos não foram encontrados para apresentar suas versões.

    ResponderExcluir
  31. Justiça obriga Estado a elevar investimento na Saúde e Educação

    O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) decidiu obrigar o governo estadual a investir, anualmente, 12% da receita na Saúde e 25% na Educação. A medida foi tomada, em caráter liminar, atendendo a um pedido do Ministério Público Estadual.
    As promotorias de Defesa do Patrimônio Público, da Saúde e da Educação entraram com uma ação por improbidade administrativa contra o Estado, solicitando que a Justiça anulasse um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) firmado pelo Executivo com o Tribunal de Contas do Estado (TCE), permitindo ao governador Antonio Anastasia (PSDB) descumprir a Constituição Federal, que obriga estados e Distrito Federal a investirem percentuais definidos para Educação e Saúde.
    Em outubro, o juiz de primeira instância entendeu que o MP tinha razão. Decidiu conceder a liminar almejada. Caso não seja cumprida, o governo estará sujeito a multas diárias até que seja julgado o mérito da ação.
    Decisão
    “Concedo a antecipação de tutela para determinar a imediata suspensão dos efeitos do TAG celebrado entre o Estado e o TCE, mantendo-se os parâmetros de aplicação dos recursos da Saúde e Educação, 12% e 25%, respectivamente, até julgamento definitivo da ação, sob pena de multa diária por descumprimento, a ser arbitrada por este juízo e revertida para o Fundo Estadual de Direitos Difusos”, diz trecho do despacho do juiz. Antes de decidir acatar a solicitação dos promotores, o TJMG concedeu ao governo o direito de se manifestar.
    A assessoria de imprensa do Executivo foi acionada, porém, até o fechamento desta edição não havia se manifestado sobre o caso.
    Histórico
    O TAG foi assinado no dia 8 de fevereiro deste ano. De acordo com o documento, o governo mineiro teria que investir 9,68% na Saúde, neste ano, e 22,82% da receita em Educação. Em 2013, os percentuais seriam de 10,84% e 23,91% em Saúde e Educação, respectivamente.
    O TAG foi aprovado por unanimidade pelos conselheiros do Tribunal de Contas. O relator da matéria foi o ex-deputado Mauri Torres, ex-líder do Executivo mineiro na Assembleia Legislativa.
    O tribunal é o órgão fiscalizador das contas do governo. Por isso, teve que avalizar a manobra. Apenas em 2014, o Estado estaria obrigado a cumprir os percentuais legais, segundo o termo. À época, houve representação por parte da oposição no Ministério Público Estadual, que apurou os fatos e apresentou a ação.

    ResponderExcluir
  32. Oposição mineira quer explicação sobre investimentos

    A oposição ao governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), na Assembleia Legislativa quer promover audiências para cobrar do Executivo explicações sobre investimentos em Saúde e Educação. A decisão foi baseada em liminar da Justiça que suspendeu os efeitos de um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) que havia sido firmado com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) autorizando o governo a investir nessas áreas menos que o mínimo previsto na Constituição Federal.
    Pelo TAG, firmado em fevereiro, o Executivo mineiro ficaria obrigado a investir em 2012 apenas 9,68% da receita na Saúde e 22,82% em Educação. O acordo, relatado pelo ex-presidente da Assembleia e ex-líder do governo na Casa, o tucano Mauri Torres, previa que em 2013 deveria haver aumento do investimento para 10,84% na Saúde e 23,91% em Educação, porcentuais ainda abaixo do estipulado constitucionalmente, que deveria ser cumprido apenas a partir de 2014.
    Mas o Ministério Público Estadual (MPE), por meio das promotorias de Defesa do Patrimônio Público, de Saúde e de Educação entrou com ação na Justiça em julho considerando que o acordo, aprovado por unanimidade pelos conselheiros do TCE, é inconstitucional. O juiz Adriano de Mesquita Carneiro, da 5ª Vara da Fazenda Pública Estadual do Fórum Lafayette, concordou com o MPE e concedeu a liminar suspendendo o efeito do TAG.
    Com isso, ao menos até o julgamento do mérito da ação, o governo volta a ser obrigado a investir 12% da receita em Saúde e 25% em Educação previstos na Constituição. O magistrado ainda determinou multa diária "a ser arbitrada por este juízo e revertida para o Fundo Estadual de Direitos Difusos" em caso de descumprimento. Por meio de sua assessoria, o governo afirmou que a liminar havia sido cassada, mas a informação foi negada pelo Judiciário. O juiz responsável pela ação está de férias. O governo ainda pode recorrer da decisão, mas, até esta segunda-feira nenhum recurso havia sido apresentado à Justiça de segunda instância.

    ResponderExcluir
  33. TRE cassa registro eleitoral do prefeito de Mongaguá

    O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo decidiu nesta segunda-feira (5) cassar os registros do candidato reeleito neste ano para a Prefeitura de Mongaguá, Paulo Wiazowski Filho (DEM), e de seu vice, Uilson Aparecido Machado (DEM). Os dois eram acusados de fazer propaganda irregular das realizações da atual gestão.
    Wiazowski havia sido reeleito no mês passado com 12.039 votos, o que representou 99,9% dos votos válidos.
    A decisão, tomada de forma unânime, modificou a sentença de primeiro grau, onde o prefeito da cidade localizada no litoral sul do Estado havia sido inocentado.
    Segundo o julgamento, o prefeito divulgou de forma ostensiva, por meio de placas de grande dimensão, propaganda institucional em que promovia projetos e obras realizadas em sua administração durante o período vedado pela lei eleitoral (nos três meses anteriores ao pleito).
    De acordo com o TRE-SP, o prefeito pode recorrer da decisão junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

    ResponderExcluir
  34. Chocante! Mesmo depois do rombo de R$ 600.000,00 nos shows do centenário as licitações nebulosas pipocam mais, mais, mais, mais, mais....

    Detalhe: uma nova laranja surgiu no pedaço.

    ResponderExcluir
  35. CÍCERO PASSOS06/11/2012 13:08

    PARABÉNS, VEREADOR GROSELHA PELA BRILHANTE EXPLICAÇÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. centro da cidade06/11/2012 14:47

      faltou falar do problema envolvendo o Legislativo Municipal. Tirando esse fator, tudo foi perfeito.

      Excluir
    2. Mas Emerson só queria explicações sobre a reforma do CPC, para se afirmar como um rábula!
      Muito assunto deixou de ser falado. Até porque os rotarianos poderiam ser entrevistados nos próximos programas.

      Excluir
    3. Bairro Sto Antõnio.07/11/2012 10:45

      Acho importante que os vereadores citados na reportagem do Jornal Hoje em Dia expliquem o que acontenceu.

      Deixar a situação como esta é um suicídio político. O silêncio nessas horas não favorece ninguém.

      Excluir
    4. RUA MATO GROSSO07/11/2012 14:26

      BAIRRO STO ANTÔNIO, O SEU POST FALA EXATAMENTE O QUE PENSO.

      Excluir
    5. O Falsin vai ganhar de presente uma secretaria na gestão do Leleo. Olha a degradação moral que passa Pirapora. Coisas terríveis, de arrepiar os cabelos.

      Excluir
    6. O FALSIN ESTA D E S M O R A L I Z A D O !!!!!

      O NOME DELE ESTA SUJO PIOR QUE PAU DE GALINHEIRO.

      Excluir
  36. adorei o programa Falando sério. O Juscélio deu uma aula de Direito.

    ResponderExcluir
  37. - A entrevista do Vereador Juscelio -

    Uma entrevista civilizada, resolutiva , com palavras firmes e corretas. Muito diferente das entrevistas raivosas, destemperadas dos parceiros do w na AM. Com certeza, Pirapora pode muito mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena que o Cláudio e o Emerson se esqueceram de perguntar sobre as matérias publicadas no Hoje em Dia sobre a farra com o dinheiro público na câmara...

      Excluir
    2. Deixaram a desejar.

      Excluir
  38. A maioria dos moradores do bairro Aparecida se esqueceu de uma hora para outra das bombas roubadas, da creche construída em cima do lixão, as ruas acabadas, a praça dos Fluviários superfaturada e sem nada, as academias licitadas, pagas e que nunca foram feitas, o calçadão arrancado da avenida São Francisco e o povo andando na areia, e tantas outras mazelas. Preferiu o candidato do prefeito, conforme disse ontem o morador Paulo. Agora tem de aguentar. Muito sofrimento chegará juntamente com as chuvas.
    E a lagoa do bairro Cícero Passos? Sem solução à vista. O povo também vai ter que aguentar. E rezar para ninguem morrer ou se acidentar.
    E assim está acontecendo em todos os bairros. Abandonados e destruídos. O povo totalmente desamparado. Por que quis continuar com tanto sofrimento? Teve tudo para mudar, mas não quis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao se preocupe estas pessoas estao acostumadas a viver na lama,nao saberiam viver em um lugar diferente deste,po isto nao votaram contra o itinerante ladrao.

      Excluir
  39. Fiquei feliz em saber que ontem o MP Eleitoral ofereceu mais uma denúncia contra a coligação do pitaqueiro e do cangaceiro, requerendo a cassação do registro da candidatura deles. Melhor ainda foi saber que no próximo dia 21 serão julgados dois processos contra esses meliantes, que usaram e abusaram no uso da máquina pública na campanha eleitoral

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bairro Sto Antõnio.07/11/2012 10:46

      Os cidadãos piraporenses e as Instituições precisam, ou melhor, necessitam ficar em cima dos governantes problemáticos.

      Excluir
    2. RUA MATO GROSSO07/11/2012 14:28

      TEM GENTE DENTRO DA PREFEITURA QUE ESPUMA DE ÓDIO QUANDO FALAM DO PROGRAMA FALANDO SÉRIO ( FM ) , DO BLOG TRANSPARÊNCIA.

      Excluir
  40. CARO ANONIMO DAS 15:09 OS MORADORES DESSES BAIRROS PREFERIRAM AS NOTAS DE 50 E 100 REAIS,QUERO MAIS QUE ELES ACORDEM NUMA MADRUGADA DE CHUVA COM A AGUA EM CIMA DAS CAMAS DELES,POR CULPA DESSES ESPERTALHOES PIRAPORA NAO CORREU COM A QUADRILHA DO WARMILHOES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos nos lembrar que não foram somente os muitos moradores desses bairros esquecidos que elegeram o pitaco. A eleição do dito cujo contou com votação significativa de muita gente que vive muito bem e em bairros onde a inundação não chega.

      Excluir
    2. SO QUE OS QUE VIVEM MUITO BEM E VOTARAM NO LE SUJEIRA ,TINHAM CARGOS NA PREFEITURA OU ERAM FORNECEDORES DELA.
      AGORA O CARA MORAR NA POEIRA E LAMA POR 08 ANOS E VOTAR NO SUJEIRA SO TEM UMA EXPLICAÇAO,50,100,150 REAIS.
      AGORA SO NAO PODE RECLAMAR DO CLIMA ,FAÇAM BARQUINHOS COM AS NOTA DE 50 E 100 REAIS QUE ELES SE VENDERAM E SAIAM DE CASA EM CIMA DELAS.

      Excluir
    3. as coisas não são bem assim, Anônimo07/11/12 15:48.

      48por cento do eleitorado votou contra a atual administração.

      A cidade esta dividida. Inúmeras pessoas não concordam, não aceitam a forma de governo do warmilon.

      A eleição de 2012 mostra um novo quadro político totalmente diferente da eleição de 2008.


      Excluir
    4. VERDADE PIRAPORA ESTA DIVIDIDA.

      Excluir
  41. Nesta data, recebi nota de esclarecimento enviada por Shaolim Empreendimentos Artísticos Ltda, que foi inserida na matéria acima.

    Este Blog sempre estará receptivo para que as partes mencionadas nas matérias possam se explicar e dar a sua versão dos fatos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comportamento da mentora do blog transparência é o verdadeiro significado da palavra democracia.

      Excluir
    2. Dra Myriam
      Cada dia mais admiro sua coragem e transparência

      Excluir
    3. Bairro Sto Antõnio.07/11/2012 10:47

      Sou um seguidor incondicional do blog.

      Excluir
    4. RUA MATO GROSSO07/11/2012 14:29

      DRA. MYRIAM , RECEBA MEU RESPEITO, ADMIRAÇÃO PELO SEU VALOROSO TRABALHO JURÍDICO. AGRADECEMOS IMENSAMENTE.

      Excluir
    5. primeiro lugar geral nos computadores da prefeitura.

      Excluir
    6. Parabéns doutora, pela coragem de expor toda essa vergonha.

      Excluir
    7. O BLOG É O MAIS ACESSADO DE MINAS GERAIS.

      Excluir
    8. o transparência anda cada vez mais forte.

      Excluir
  42. Dra. Myriam,
    a senhora pode até publicar o esclarecimento da empresa citada, pois este blog, além de ser da sua responsabilidade, é democrático, imparcial e, por isto mesmo, é acessado por milhares de pessoas e comentado por um grande número de cidadãos independentes e conscientes de sua responsabilidade para com Pirapora.
    Porém, me reservo o direito de não acreditar em nenhum desmentido que venha dessa empresa e da outra dos shows superfaturados. Tenho esse direito.

    ResponderExcluir
  43. Precisamos fiscalizar mesmo. O dinheiro é nosso. Estamos de olho e permaneceremos sempre assim.

    ResponderExcluir
  44. O blog Transparência é muito importante em Pirapora e na região.
    Aqui temos o direito à liberdade de expressão, assim como o direito de ser bem informados.
    Por isto é que tem o respeito de todo piraporense honesto que abomina a corrupção.

    ResponderExcluir
  45. Nos posicionamos na linha de frente dessa guerra contra os corruptos da prefeitura. A luta continua, companheiros e amigos virtuais!

    ResponderExcluir
  46. Continuaremos prestigiando este blog que nos oferece esclarecedoras informações e que nos encoraja a ter esperança de dias melhores para Pirapora.

    ResponderExcluir
  47. Blog Transparência, portal da credibilidade, da verdade, da seriedade.
    Aqui o dinheiro dos criminosos não entra, já que ninguem se vende: não compra nossas consciências, nossas idéias, nossas opiniões. Por isto, eles tremem com cada post publicado neste espaço. E se autoflagelam depois de lerem os comentários postados por um time inteligente, bem informado, de alto nível intelectual e moral.

    ResponderExcluir
  48. Gostaria de ver publicada numa nota de esclarecimento à população de Pirapora a relação de TODAS AS LICITAÇÕES, VALORES E SUAS FINALIDADES vencidas por esta empresa de janeiro de 2005 até esta data junto à Prefeitura Municipal de Pirapora.
    Será que o proprietário desta empresa tem coragem suficiente para isso? Acho que a Dra. Myriam não se negará a fazer esta publicação bastante desejada de ser vista pelo cidadão honesto, que é o dono do dinheiro que custeia todas as despesas da administração pública.

    ResponderExcluir
  49. Aqui as postagens desmascaram a mentira e apresentam a verdade.
    Por isto o ódio mortal do prefeito e de seus seguidores contra a responsável pelo blog e por seu time de comentaristas.

    ResponderExcluir
  50. A mídia amestrada e que vive no cabresto do prefeito que a sustenta com um jabá mensal para falar o que ele manda, também se rói de inveja do sucesso do Transparência.

    ResponderExcluir
  51. A audiência deste blog, com acessos e comentários, é consequência da dedicação, da coragem, da verdade, do trabalho incessante de Myriam Figueiredo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho o Blog Transparência um espetáculo! Aqui eu fico informada do que passa em Pirapora e região

      Excluir
    2. além de acessar tbm divulgo. bjos

      Excluir
    3. EU DIVULGO, ACESSO , PARTICIPO.

      Excluir
  52. O respeito às leis e à Constituição, o apreço pela democracia e pelo estado de direito são os pilares do blog. Que nos dá a certeza de que Pirapora ainda tem jeito. Basta a gente querer e se decidir.

    ResponderExcluir
  53. como diz meu amigo em uma frase postada em seu veículo,ENQUANTO A VERBA($) SUPLANTAR O VERBO QUE SERA DE NOÍS PIRAPORA?

    ResponderExcluir
  54. ARACAJU - Na esteira do julgamento do mensalão, os tribunais de todo País terão de julgar até 2013 todas as ações de improbidade administrativa e de crimes contra a administração pública, como corrupção, peculato e lavagem de dinheiro, que chegaram ao Judiciário até dezembro de 2011. A meta foi definida nesta terça-feira, 6, pelos tribunais no Encontro Nacional do Poder Judiciário.
    Presidente eleito do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Joaquim Barbosa afirmou que a definição de metas "é o caminho correto a seguir" para acelerar o julgamento de processos pelos tribunais. "Vejo como uma iniciativa alvissareira tomar esses dois pontos, corrupção e improbidade administrativa, como temas guia da ação do Judiciário. Só posso me regozijar dessa escolha", afirmou.

    Na avaliação do ministro, a quem caberá no comando do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), cobrar o cumprimento das metas, a quantidade de ações de improbidade administrativa é pequena, o que permitirá atingir o objetivo estabelecido pelo encontro. "As ações de improbidade não são tão numerosas assim como outros tipos de ações que temos no Judiciário. São bastante importantes, mas é um número relativamente administrável", avaliou o ministro.

    A definição de metas para juízes e tribunais remonta a gestão do ministro Gilmar Mendes. A imposição de objetivos para o julgamento de processos gerou polêmica entre juízes e tribunais na época, mas, conforme Joaquim Barbosa, mostrou-se produtiva. "A primeira vez que foi fixada a ideia de metas houve mobilização importante no seio do judiciário e diria que grosso modo as metas foram cumpridas", disse o ministro.

    Atual presidente do STF, o ministro Carlos Ayres Britto, afirmou que o combate aos crimes contra a administração pública é um compromisso histórico do Judiciário. "O Brasil padece desse mal crônico e até imemorial desse mal de avanço no erário, no tesouro", disse. "Temos o dever, no âmbito do Poder Judiciário, de combater a improbidade administrativa, sonhando com um Brasil que saberá rimar erário com sacrário", afirmou Britto.

    O descumprimento da meta pelos magistrados não gera necessariamente uma sanção. No entanto, a Corregedoria Nacional de Justiça pode eventualmente abrir processo contra magistrados que demonstrarem leniência no julgamento desses processos. O CNJ deve criar uma comissão interna para acompanhar o cumprimento da meta. O CNJ não dispõe de um cadastro preciso sobre a quantidade de processos de improbidade e de crimes contra a administração pública em tramitação no País. Os dados mais recentes indicam haver aproximadamente 18 mil processos de improbidade em tramitação nas instâncias. E mais de 2 mil processos contra acusados de corrupção.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que noticia boa
      O itinerante tem dezenas de processos de improbidade que vão ser julgados até de 2013
      Ele vai ficar inelegível e não vai poder candidatar para deputado

      Excluir
    2. acabou pra ele. Graças a Deus esse ladrão nunca mais exercerá uma função pública.

      Excluir
    3. RUA MATO GROSSO07/11/2012 14:23

      AINDA EXISTE ESPERANÇA.

      Excluir
  55. Carta de Abrahan Lincoln ao professor do seu filho

    Caro professor, ele terá de aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas por favor diga-lhe que, para cada vilão há um herói, para cada egoísta, há um líder dedicado.

    Ensine-lhe por favor que para cada inimigo haverá também um amigo, ensine-lhe que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada.

    Ensine-o a perder, mas também a saber gozar da vitória, afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso.

    Faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros no céu, as flores no campo, os montes e os vales.

    Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa, ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos.

    Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros, ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.

    Ensine-o a ouvir todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho, ensine-o a rir quando estiver triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram.

    Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.

    Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço, deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.

    Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e fé também em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.

    Eu sei que estou pedindo muito, mas veja o que pode fazer, caro professor."

    Abraham Lincoln, 1830

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo
      Ganhei meu dia lendo essa carta
      Vale a pena guardar para ler de novo

      Excluir
    2. Bairro Sto Antõnio.07/11/2012 10:47

      Obrigado pelo belo texto, Marcelo.

      Excluir
    3. RUA MATO GROSSO07/11/2012 14:22

      PALAVRAS QUE TORNAM AS NOSSAS VIDAS MAIS LEVES. VALEU MARCELO PELO TEXTO PRESENTE.

      Excluir
    4. Mto bom. :)

      Excluir
  56. Antonio Carlos07/11/2012 09:37

    Conferência internacional traz o debate sobre combate à corrupção ao Brasil
    Dyelle Menezes
    Do Contas Abertas
    Nos próximos quatro dias o Brasil sediará a 15ª Conferência Internacional Anticorrupção (IACC). O evento é dedicado ao debate e à troca de experiências referentes ao tema. A IACC, que acontece em Brasília, irá reunir diversos chefes de estado, representantes de governos, sociedade civil, acadêmicos, jornalistas e o setor privado para traçar estratégias comuns para o desenvolvimento de medidas de prevenção e combate à corrupção.

    Na cerimônia de abertura estão confirmadas as presenças do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Carlos Ayres Britto; o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage Sobrinho; a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira; e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso.

    A IACC ocorre em um país diferente a cada dois anos e conta geralmente com a participação de 1.500 pessoas de mais de 130 países interessadas em discutir temas relacionados à integridade, transparência, boa governança e combate à corrupção, e a estabelecer relações para o intercâmbio de informações, tanto em nível global quanto nacional e local. Na última IACC, realizada em 2010 em Banguecoque, na Tailândia, representantes de 142 países estiveram presentes.

    A ideia da Conferência surgiu por iniciativa das agências internacionais encarregadas de executar leis anticorrupção. Embora inicialmente centrada nos problemas relacionados à aplicação das leis e no desenvolvimento de estratégias para inibir e investigar a corrupção oficial, a IACC passou a atingir todo o conjunto de interessados no combate à corrupção e à fraude em todo o mundo.

    A primeira IACC foi realizada em Washington, DC, nos Estados Unidos, em 1983. Em suas últimas edições, a Conferência passou pela África do Sul (Durban, 1999), República Tcheca (Praga, 2001), Coréia do Sul (Seul, 2003), Guatemala (Cidade da Guatemala, 2006), Grécia (Atenas, 2008) e Tailândia (Banguecoque, 2010).

    Edição brasileira

    Segundo a CGU, a Transparência Internacional, organização não-governamental dedicada ao combate à corrupção em todo mundo, convidou o Brasil a sediar a 15ª IACC por reconhecer a importância que o país tem atribuído ao tema da luta anticorrupção e ao protagonismo e liderança que tem exercido nesta área.

    Nesse sentido, considerando o significado do evento como reconhecimento das ações desenvolvidas pelo governo brasileiro na prevenção e no combate à corrupção, e após obter o consentimento do Ministério das Relações Exteriores e a aprovação da presidente da República, a Controladoria manifestou total adesão à proposta e assumiu a responsabilidade pelos custos da organização do evento, nos termos consubstanciados no Memorando de Entendimento.

    A Conferência apresenta inúmeros benefícios ao país sede e à região onde é realizada pela diversidade do público que dela participa, favorecendo a colaboração entre diferentes atores na luta contra a corrupção. “O Brasil poderá divulgar aos países convidados as medidas implementadas na área e os grandes avanços alcançados, fortalecendo seu prestígio e reputação como referência global na promoção da transparência e na prevenção e combate à corrupção”, diz nota da CGU.

    ResponderExcluir
  57. Antonio Carlos07/11/2012 09:40

    Continuação

    Conferência internacional traz o debate sobre combate à corrupção ao Brasil

    Organização

    Além da CGU, a 15ª IACC é organizada pela AMARRIBO Brasil (representante da TI no Brasil), com o apoio do Instituto Ethos. “Os participantes farão importantes debates sobre boas práticas, compartilharão experiências e traçarão estratégias comuns para o desenvolvimento de práticas de prevenção e combate à corrupção no Brasil e no mundo”, afirma Leo Torresan, presidente da AMARRIBO Brasil.

    Sobre a AMARRIBO Brasil

    A Amarribo Brasil é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), entidade sem fins lucrativos, que atua em sinergia com a sociedade civil, a administração pública, lideranças políticas e a iniciativa privada, para acompanhar a gestão dos bens públicos, promover a probidade, e combater a corrupção.

    A Amarribo Brasil é uma das fundadoras e faz parte do Conselho da Abracci, do Conselho Gestor da 1ª Consocial; participa do Comitê dos Jogos Limpos para a Copa 2014 e as Olimpíadas 2016; é sócio fundador do IFC- Instituto de Fiscalização e Controle com sede em Brasília e do Movimento Mulheres da Verdade com sede em São Paulo.

    Sobre a CGU

    A Controladoria-Geral da União (CGU) é o órgão do governo federal responsável por assistir direta e imediatamente ao Presidente da República quanto aos assuntos que, no âmbito do Poder Executivo, sejam relativos à defesa do patrimônio público e ao incremento da transparência da gestão, por meio das atividades de controle interno, auditoria pública, correição, prevenção e combate à corrupção e ouvidoria.

    O combate à malversação de recursos públicos, o incremento da transparência, o incentivo ao controle social dos gastos do governo federal e o uso estratégico da informação por parte da Administração são elementos centrais do trabalho da Controladoria.

    Agenda:

    http://15iacc.org/agenda/full-agenda/

    ResponderExcluir
  58. Bairro Sto Antõnio.07/11/2012 10:49

    Muitos piraporenses não engoliram o desfalque milionário dos shows do centenário de mais de meio milhão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é impossível engolir um roubo enorme.

      eles representam a escória dos piores corruptos.

      gentalha bandida…

      Excluir
  59. As eleições foram prostituídas em Pirapora: compra de votos, uso de funcionários públicos (a maioria obrigada com medo de perder os cargos), uso dos órgãos públicos, tudo para o prefeito se manter no comando da prefeitura, tendo como marionete o seu candidato.

    Como disse Alberto Antonio de Moraes Carvalho, "quando os recenseamentos são justos, e a urna livre, aparecem maiorias reais ; quando aqueles são arbitrários, ou esta prostituída, surgem as maiorias artificiais."

    ResponderExcluir
  60. "Na primeira noite, eles se aproximam
    e colhem uma flor de nosso jardim.
    E não dizemos nada.
    Na segunda noite, já não se escondem,
    pisam as flores, matam nosso cão.
    E não dizemos nada.
    Até que um dia, o mais frágil deles, entra
    sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua,
    e, conhecendo nosso medo,
    arranca-nos a voz da garganta.
    E porque não dissemos nada,
    já não podemos dizer nada.' (Maiakovski)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. caiu como luva para a situação tenebrosa de Pirapora.

      Excluir
  61. RUA MATO GROSSO07/11/2012 14:21

    NÃO CONSIGO ENTENDER O VALOR DESSA LICITAÇÃO EM MENOS DE DOIS MESES PARA ENCERRAR A ADMINISTRAÇÃO. NÃO DÁ PARA COMPREENDER POR MAIS QUE EU TENTE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rua mato grosso , não tente entender a mediocridade delitiva do warmilhões.

      Excluir
  62. ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

    ENQTO ISSO NAS TERRAS BARRANQUEIRAS,


    A CONSTRUÇÃO DO CONDOMINIO DE ALTO LUXO PERTO DA UNIMONTES ESTA A TODO VAPOR. O ITINERANTE VISITA PESSOALMENTE AS OBRAS TODA A SEMANA.


    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 14O CASAS PADRÃO LUXO.

      Excluir

  63. Cartilha informativa sobre a Lei de Acesso à Informação é disponibilizada para download

    A segunda edição digitalizada da Cartilha sobre a Lei de Acesso à Informação Pública é disponibilizada para download pelo Munistério Público de Contas do Estado do Amazonas.

    Manaus (AM), 07 de Novembro de 2012

    ACRITICA.COM

    O Ministério Público de Contas do Estado do Amazonas (MPC) lançou, no dia 11 de julho de 2012, a segunda edição (digitalizada) da cartilha sobre a Lei de Acesso à Informação Pública.

    Nessa nova edição, a cartilha traz exemplos de obstáculos que os gestores públicos estão enfrentando na implantação da lei, dúvidas sobre o que divulgar ou não e os impactos decorrentes da entrada em vigor da lei de acesso à informação.

    A primeira versão da cartilha foi elaborada logo após a publicação da Lei, em 16 de maio de 2011, e faz parte do Programa de Divulgação da Lei de Acesso à Informação Pública, traçado pelo MPC/AM desde a aprovação da mesma.

    Objetivando dar uma maior publicidade e divulgação da cartilha sobre a lei, o MPC está divulgando a mesma e a disponibilizando para download gratuito para que todos possam ficar mais esclarecidos quanto a lei.

    http://www.ejornais.com.br/jornal_a_critica.html

    ResponderExcluir
  64. Pelo que estou vendo aqui o secretariado do leu sujeira ,sera do maior gabarito,tera o Falsin ladrao de combustivel,jeguimar cheirador,Jofrouxo gigolo de ladrao,parabens leo assim voce vai se arrumar rapidinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ADOREI!!KKKK UM SECRETARIADO DE ARREPIAR OS CABELOS KKKK. QUEM ESCOLHE É O WARMILHÕES O PITACO NÃO MANDA EM NADA APENAS OBDECE. KKKKK

      Excluir
    2. Shirley Aparecida Fonseca09/11/2012 00:57

      Anônimo 07/11/12 21:39, RABO PRESO SÓ PODE DAR NISSO MESMO. É A DERROCADA, O TIRO DE MISERICÓRDIA NO POVO HONESTO DESTE LUGAR.

      Excluir
    3. vai ser um secretariado de " alto gabarito".

      rsrsrsrsrsrsrsrs


      coitada de Pirapora. Sofreu no passado continua sofrendo no presente.


      rsrsrsrsrsrsrsr


      AH! detalhe importante: o papai do garotin vai continuar faturando/ ganhando as licitações. Afinal, essa garntia tbm estava no acordo.

      Excluir
  65. Não adianta ficar postando aqui e reclamando ao vento. Acredito que tudo o que podia ser feito em matéria de denúncias Dra. Myriam já fez. Temos que cobrar é de quem tem o dever de apurar e punir. Temos que cobrar dos promotores e dos juízes que parece quem nem existem em Pirapora e que só apareceram um pouquinho em época de eleição. Eles são pagos pra trabalhar e não andam cumprindo sua função. Temos que fazer manifestação é na porta do fórum. Temos que denunciar esses juízes e promotores lá na corregedoria deles. É um absurdo essa corrupção escancarada de Pirapora.
    Não há desculpas. Não adianta querer enganar dizendo que a justiça é lenta mesmo. Os jornais mostram todos os dias prefeitos sendo afastados e ate presos pelo Brasil afora, porque só em Pirapora nada acontece? Tá faltando é compromisso com a cidade, no mínimo. Repito: corregedoria neles.

    ResponderExcluir
  66. O condominio e´ dele e seus laranjas,fiquei sabendo que o W.A /TC vai ter casa la.
    Deve ser um presente pelos serviços sujos prestados em Bhte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ELE SEGURA TUDO DO WARMILHÕES. LEMBRAM O CASO DO SHOW DO CENTENÁRIO. POIS É , ESTÃO DE OLHO NA LIGAÇÃO DOS DOIS.

      Excluir
  67. Alguem poderia me informar qual o peso politico desse moleque ladrao chamado Falsin,para ser secretario do Leo?
    O cara gastou 150.000 reais para comprar 300 votos,ai da para ver a falta de competencia do malandro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. UM GAROTINHO MIMADO DESMORALIZADO.

      Excluir
    2. O garoto tem uma cara de pau imensa. Fico horrorizada com tanto descaramento.

      Excluir
  68. MPGO - Promotora requer cassação de diploma de prefeito e vice de Mundo Novo

    A promotora de Justiça Cristina Emília França Malta propôs ação de investigação eleitoral (clique aqui) contra o prefeito e o vice-prefeito eleitos em Mundo Novo, Hélcio Alves de Olivera e Volnei Contijo de Sousa.

    A promotora relata que, ainda em setembro deste ano, começou a ser investigada a doação de um ônibus à Associação Força e União do Projeto de Assentamento Santa Marta, situado no município, com o propósito de obter favorecimento político.

    Segundo a ação, a doação do ônibus serviu como instrumento arregimentador de votos, uma vez que grande parte dos moradores de Santa Marta não dispõe de meios de locomoção, além de não contar com serviço público regular de passageiros.

    Assim, o veículo doado por Hélcio Alves de Oliveira passou a transportar os potenciais eleitores do assentamento para eventos, excursões e festas, demonstrando que a busca por favorecer os 746 eleitores que ali residem foi uma estratégia para a restituição política por meio do voto.

    A promotora afirma que a conduta atenta contra a liberdade de votos dos eleitores, quebrando a igualdade de oportunidade no pleito eleitoral e, por isso, requer que seja cassado o registro ou diploma dos investigados, e declarada a inelegibilidade dos mesmos por oito anos a partir de 2012.

    Fonte: Ministério Público de Goiás

    ResponderExcluir
  69. MPGO - Promotor pede suspensão da função pública de envolvidos

    O promotor de Justiça Publius Lentulus Alves da Rocha requereu medida cautelar de suspensão do exercício da função pública, proibição de acesso aos órgãos públicos, e de ausência da comarca e do País, a ser imposta contra seis envolvidos na operação La Plata, deflagrada pelo Ministério Público de Goiás no dia 7 de agosto, na cidade de Anápolis.

    O pedido deverá ser aplicado aos réus Amilton Batista de Farias (presidente da Câmara Municipal de Anápolis), Wesley Clayton da Silva (vice-presidente da Câmara), e os servidores estaduais e municipais Josemar Melo, Mauro Rocha Carneiro, Nasson Laureano da Costa e Sérgio Luís de Araújo Ramos.

    Segundo observa o promotor, é imperiosa a aplicação de medida cautelar que garanta a suspensão do exercício da função pública dos réus.

    “É de se anotar que a gravidade dos atos praticados pelos ccusados é incontestável, não só pelo dano causado à administração pública, como, sobretudo, pela concreta demonstração da desonestidade dos investigados”, destacou o promotor.

    A medida foi requerida no dia 22 de outubro, na 1ª Vara Criminal da comarca de Anápolis, e aguarda apreciação. Clique aqui para ter acesso à integra do pedido.

    A operação A Operação La Plata foi resultado de uma investigação que apurou a existência de uma organização criminosa atuando em Anápolis, voltada para a prática de crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, peculato e diversos crimes ambientais cometidos por funcionários do Executivo municipal, integrantes do Poder Legislativo municipal e empresários do ramo imobiliário.

    Fonte: Ministério Público de Goiás

    ResponderExcluir
  70. Prefeitos querem menos rigor para cumprir Lei de Responsabilidade Fiscal Prefeitos em fim de mandato querem que o TCE os ajude a fechar as contas editando uma norma que os isente de punição caso ultrapassem o limite de gastos com pessoal


    A Associação Mineira dos Municípios (AMM) pediu ao Tribunal de Contas (TCE-MG) a edição de uma norma que autorize o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) pelos prefeitos de Minas Gerais. Segundo o presidente da entidade, Ângelo Roncalli, cerca de 400 das 853 cidades do estado estão prestes a ultrapassar o teto de 54% para gastos com folha de pagamento previstos na lei. A pressão nos limites da LRF, ainda segundo o dirigente da AMM, teria ocorrido por contratações de servidores para substituir funcionários municipais que deixaram os cargos para se candidatarem nas eleições de outubro. "Temos que pagar quem entrou e também os que deixaram o cargo provisoriamente", argumentou Roncalli.
    Na hipótese de os municípios estourarem o teto da LRF para pagamento de servidores, os prefeitos poderão ser acusados de improbidade administrativa e se transformar em fichas-sujas, o que os impediria de disputar eleições. No pedido feito ao TCE, a AMM quer ainda que a norma inclua isenção de culpa para que os administradores municipais não sejam punidos pela ocorrência dos chamados restos a pagar, categoria na qual são contabilizados recursos que não são aplicados em obras e programas sociais. "Nós fechamos um convênio com o governo federal, pagamos a nossa parte, o dinheiro da União não chega, e na hora de fazer a prestação de contas, o TCE não quer saber de quem era o dinheiro que não entrou. E os municípios é que são os culpados", disse Roncalli. Também nesse caso, os prefeitos podem ser acusados de improbidade administrativa e figurar como fichas-sujas.
    O anúncio do pedido ao TCE foi feito ontem em encontro com a participação de 123 prefeitos, a maioria em fim de mandato, na Assembleia Legislativa. "Mostramos as prerrogativas dos municípios, a situação das cidades e, juntamente com técnicos do TCE, elaboramos uma consulta. Caso haja um entendimento favorável, cria-se de alguma forma jurisprudência de que na prestação de contas os gestores não sejam punidos pelos restos a pagar ou pela contratação de pessoal", disse o presidente da AMM.
    Convidado a participar do encontro, o conselheiro do TCE José Alves Viana negou a possibilidade de o tribunal atender a solicitação da AMM. "Recebemos a consulta, que é quase um pedido, que, como ex-prefeito, entendo. O tribunal, no entanto, não é órgão fazedor de leis. É possível até modificar uma norma dentro de outra se tiver origem no tribunal. A LRF é uma lei federal. Temos que ter o pé no chão e não criar ilusões, apesar de nossa sensibilidade", disse Viana, ex-prefeito de Curvelo, na Região Central de Minas.
    A solicitação feita ao TCE tem a mesma natureza do termo de ajuste de gestão (TAG) firmado entre o tribunal e o governo de Minas Gerais para que o governo não aplicasse os percentuais previstos na Constituição federal nas áreas de saúde e educação. Pelo acordo, o estado tem até 2016 para atingir os índices determinados pela legislação. "Por que para o governo do estado pode e para nós, não?", perguntou o prefeito reeleito de Divinópolis, Vladimir Azevedo (PSDB). Na avaliação do conselheiro Viana, o TAG fechado com o estado não pode ser repetido. "Não é algo que possa ser concedido sempre", afirmou.
    Cautela Também convidado para participar do encontro dos prefeitos, o procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Alceu José Torres Marques, recomendou cautela aos prefeitos. "A LRF foi uma exigência para que o Brasil colhesse frutos, mas não foge à regra que devemos aplicar na nossa vida privada, que é gastar menos do que recebemos", disse. Marques lembrou que também é obrigado a se enquadrar na LRF. "Tenho um concurso aprovado, carência de servidores e não tenho coragem de contratar. São situações que enfrentamos e que os senhores também enfrentam", disse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que tem o dedo do prefeito (W) que mais roubou em Minas Gerais?

      Excluir
    2. O W TEM UMA FORTUNA AVALIADA MAIS DE TREZENTOS MILHÕES. TUDO PATROCINADO PELOS CIDADÃOS PIRAPORENSES. MTA INJUSTIÇA!

      Excluir
    3. Anônimo 08/11/12 12:33, injustiça não. O povo dessa cidade considera tudo isso muito normal, tanto que elegeram a "continuação" da roubalheira. Sinônimo de masoquismo é isso.

      Excluir
    4. Lindolfo Silva09/11/2012 00:53

      Anônimo 08/11/12 10:27, sobre o seu comentário acima, não duvide que tudo se dará conforme a vontade dos interessados. Acabo de crer que a palavra MORALIDADE pertence a apenas cidadãos que ainda acreditam em "contos de fadas", pois, diante do que temos assistido ao longo desses famigerados 08 anos, aqui em Pirapora, só mesmo os personagens dos contos de fadas para nos acalentar.

      Excluir
    5. Se com tanto rigor, a roubalheira é escancarada, a olhos vistos, imaginem então se afrouxam a legislação. No caso de pirapora e buritizeiro, as câmaras, que deveriam ser as primeiras a fiscalizar, são as primeiras no mau uso do dinheiro público, enriquecendo vereadores

      Excluir
    6. Com vereadores iguais a esses, tamos nágua. Se correr, o bicho pega...

      Excluir
    7. A FARRA DO CORRUPTO EM BH


      gente amiga,

      o warmilhões tem três apartamentos no bairro de Lourdes em Bh. Dois ele aluga o outro é para ele ficar quando esta na capital. O vizinho dele é um ex prefeito de Pira e atual conselheiro do TC. Na garagem do aptm do warmilhões ficam dois carros importados com placas de Bh. Os Apartamentos com certeza, devem estar em nome de terceiros.

      ENQUANTO ISSO...

      o piraporense vive na lama, no mato, nos buracos.

      Excluir
  71. O Prefeitin de Buriti, segue as ordens do irmão metralha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No ano passado, o padreco simulou a construção de uma escola na zona rural, licitação, claro, dirigida. "Concorreram" três construtoras, duas pertencentes ao pasteleiro (no contrato social de cada uma, ele detem 95% e outro, que dizem seria cunhado dele, 5%), e uma terceira em nome de um amigo dele. Claro que quem "ganhou" a licitação foi uma das duas do pasteleiro... O padreco aprendeu muito com o itinerante e seus "assessores"

      Excluir
    2. Uma Família Buritizeiro09/11/2012 00:45

      Vou me furtar de denominar o prefeito de buri de Padreco. Trata-se de uma desgraça que aportou em nossa cidade para enriquecer ilicitamente a troco da miséria de uma grande parcela desse povo já muito sofrido.

      Ele não aprendeu absolutamente NADA com ninguém, já veio escolado da Igreja, infelizmente é isso que acontece num país onde nem as instituições consideradas, outrora, sérias, já não convencem.

      Excluir
    3. Tá na cara que essa licitação foi dirigida para o pasteleiro ganhar. Dizem que ele é sócio informal do irmão metralha em "diversos empreendimentos", como construção e venda de casas. Falcatrua das grossas essa licitação feita pelo padreco.

      Excluir
    4. O padre prefeito segue as orientações do warmilhões.
      O cara não sai do sítio do corrupto e de uma pousada.

      Excluir
    5. O pasteliro é laranja do warmilhões. A esposa dele galhuda tem cargo comissionado na prefeitura. Vários prédios em Pirapora estão sendo construídos por ele p/ tendo como proprietário o warmilhões. A lavagem de dinheiro é descarada!

      Excluir
  72. Entrei no site da Câmara Municipal de Pirapora: http://www.camaradepirapora.mg.gov.br/ pesquisando as novidades do legislativo e nada... todas as notícias estão ultrapassadas. Cadê os profissionais daquela Casa pagos para atualizarem o site? Até o resultado das eleições é o de 2008....
    Agora, receber verba de gabinete em dia, ah, isso com certeza eles não deixam passar nem um minuto!
    Precisa de mais transparência nos trabalhos dos vereadores, nas contas da Câmara, nas leis aprovadas. Qual a importÂncia do site, só para enfeitar?
    Acorda presidente, arregace as mangas, há muito que ser feito!
    Queremos TRANSPARÊNCIA!

    ResponderExcluir
  73. ENQUANTO ISSO, EM PIRAPORA E EM BURITIZEIRO
    *****
    09/11/2012 - 06h43

    Polícia Civil apura suposto desvio na saúde em Sertãozinho (SP)

    DE RIBEIRÃO PRETO

    A Polícia Civil de Sertãozinho (333 km de São Paulo) investiga um suposto esquema de desvio de verbas da área da saúde da prefeitura. A hipótese é que servidores da administração e particulares estejam envolvidos.

    As investigações ocorrem há um ano, desde que chegou uma denúncia anônima ao Ministério Público Estadual, de acordo com o delegado Pláucio Fernandes.

    Na semana passada, a Polícia Civil cumpriu sete mandados de busca e apreensão --seis em Sertãozinho e um em Ribeirão. Foram apreendidos documentos de unidades de saúde e de imóveis.

    O delegado afirmou que, por ser a investigação sigilosa, não pode dar detalhes do valor supostamente desviado. "Mas posso dizer que para os padrões de Sertãozinho é uma soma considerável", afirmou Fernandes.

    A próxima etapa é ouvir depoimentos, inclusive dos responsáveis pela Secretaria da Saúde. A prefeitura informou que não vai se pronunciar porque o caso é sigiloso.

    ResponderExcluir
  74. A Saúde tem sempre orçamentos elevados, mas sempre faltam recursos, devido à má aplicação do dinheiro. Em Buritizeiro, por exemplo, no ano passado foram feitas suspeitíssimas licitações, que ultrapassaram 3 milhões de reais, sem falar no uso inexplicável de diárias de viagem. Caso de polícia mesmo, que precisa ser investigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado, o prefeito é padre, o secretário de saúde, dizem que é pastor evangélico. Antigamente, isso era garantia de boa administração administração dos recursos públicos. Sem falar na compra de carros, totalmente desnecessários para a saúde. Quantas vezes no hospital faltou comida? Remédios? Gaze? Oxigênio? Um espanto. Essas licitações têm que ser investigadas pelo MP

      Excluir
  75. Comerciante do Centro da Cidade09/11/2012 11:30

    Eu, como comerciante, não gostaria jamais de ser um juiz ou promotor de primeira instância. Quer queiram uns e outros não, eles trabalham muito. Colhem provas, ouvem testemunhas, pensam, refletem e estudam bastante para fazer as denúncias e dar as sentenças. Fazem um trabalho perfeito. Vivendo no local dos crimes cometidos, eles procuram punir os culpados, aplicar as leis, enfim, acreditam na possibilidade de se fazer justiça.
    Quando os processos chegam às instâncias superiores, todo trabalho feito cai por terra. Seja porque lá os criminosos têm excelentes advogados ou porque os desembargadores e ministros "pensam diferente". E aí o prêmio é a impunidade ou no mínimo a postergação de decisões por anos e anos.
    Se para o cidadão comum é decepcionante, imagina para o juíz e o promotor das cidades do interior que tanto trabalham para fazer valer as leis e a Constituição!

    ResponderExcluir
  76. TUDO JUNTO E MISTURADO

    O corregedor do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Antônio Carlos Cruvinel, o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Joaquim Herculano Rodrigues, e o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Wanderley Geraldo de Ávila receberam a Medalha do Mérito Legislativo, ontem em Belo Horizonte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tá tudo junto, misturado e dominado.
      só não jogo a toalha porque isso significa entregar os pontos, me colocar de joelhos para os criminosos.

      Excluir
    2. Cícero Passos10/11/2012 10:11

      Não podemos desistir.

      Excluir
  77. Infelizmente existem muitas autoridades judiciais que atuam como advogados de defesa, parecendo que eles estão sendo pagos para trabalhar como advogado de defesa dos surrupiadores do dinheiro publico. É uma pena para a Justiça e para os cidadãos honestos qe ainda acreditam na Justiça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na melhor das hipóteses essas autoridades cometem o crime de omissão. Sabem tudo sobre a corrupção do prefeito e de seus seguidores em Pirapora, mas não querem saber de condená-los.

      Excluir
  78. Brechas na legislação, alto conhecimento jurídico dos advogados contratados a peso de muito dinheiro, amizade nos tribunais, são os pilares da impunidade.

    ResponderExcluir
  79. Com muita hipocrisia e enorme descaramento o chefe da quadrilha de Pirapora e seu ajudante-mor(pitaco) confrontam e tentam desmoralizar o Judiciário e o MP locais. Um enfrentamento sem medo e sem respeito. Dizem pelos quatro cantos da cidade que se "garantem" em BH e em Brasília. São amigos dos poderosos, seus protetores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem algum orgão que fiscaliza o judiciario mineiro?
      Ou o judiciario mineiro é uma caixa preta que não pode ser denunciado / fiscalizado.

      Excluir
    2. Cícero Passos10/11/2012 10:10

      a primeira instância trabalha e a segunda instância fecha os olhos, tampa os ouvidos aos apelos por Justiça.

      Excluir
    3. Tem e se chama CNJ. Um órgão inútil e corporativista que só de vez em quando dá uma dentro.

      Excluir
  80. É, meu povo do Aparecida. Acho bom vocês correrem atrás do Ministério Público para o prefeito ladrão devolver a bomba da lagoa. Se continuar chovendo assim vocês vão sair daí igual foragido da justiça.

    ResponderExcluir
  81. CADÊ A LEI EM PIRAPORA?
    PORQUE A PREFEITURA FAZ LICITAÇÃO DE COLETA DE LIXO?

    TJRJ - Prefeitura terá que assumir coleta de lixo

    A juíza Luciana da Cunha Martins Oliveira, da 1ª Vara Cível de Belford Roxo, determinou, em caráter liminar, que a prefeitura de Belford Roxo passe a prestar o serviço de coleta de lixo urbano no município no prazo de 24 horas, sob pena de multa diária de R$ 1 mil, a ser suportada pelo prefeito Alcides de Moura Rolim Filho.

    A decisão foi dada nesta quinta-feira, dia 8, em Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público.

    A magistrada também fixou o prazo de trinta dias para que a prefeitura de Belford Roxo encerre o procedimento licitatório iniciado em fevereiro de 2012, sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

    “A limpeza pública é um serviço essencial e a ausência de sua prestação coloca em risco a saúde pública da população, o que impõe a adoção de tal medida porque preenchidos seus requisitos para a produção de efeitos posteriores ao contrato”, escreveu a juíza na decisão.

    Ela explicou ainda que o contrato da Locanty com o Município de Belford Roxo terminou em junho desde ano, portanto não é possível obrigar a empresa a prestar o serviço.

    Para que possa assumir os serviços de coleta de lixo, foi determinado ainda que a Locanty coloque à disposição da prefeitura de Belford Roxo os bens, pessoal e serviços vinculados aos contratos firmados entre as duas partes, sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

    A juíza também determinou que o município ocupe provisoriamente bens, serviços e pessoal referentes aos contratos.

    Para fins de verificação do cumprimento das medidas, a juíza Luciana da Costa mandou expedir mandados de verificação para serem cumpridos na próxima quarta-feira, dia 14, quando o oficial de Justiça deverá certificar se encontrou lixo acumulado pelas ruas e indagar de cinco moradores, anotando seus nomes, algum documento de identidade e endereço, se o lixo vem sendo coletado e qual frequência.

    Proc. 0005697-56.2012.8.19.0008

    Fonte: Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, não podemos, em hipótese alguma, aceitar que a taxa de coleta de lixo seja incorporada à conta de água. Recorreremos ao MP. Não podemos aceitar mais esse abuso. Até quando a população de Pirapora permanecerá inerte, sendo assaltada por essa gangue, aceitando tudo passivamente???? Ô vida de gado... E ainda elegem o candidato do itinerante? Masoquismo. Vai gostar de sofrer, trem...

      Excluir
  82. AQUI O PREFEITO SUPERFATURA LICITAÇÃO E NINGUÉM FAZ NADA

    MPCE - Tribunal de Justiça mantém afastamento do prefeito de Granjeiro

    O desembargador Francisco Sales Neto, do Tribunal de Justiça do Ceará, indeferiu na última terça-feira (6/11) o pedido formulado pelo prefeito de Granjeiro, Emanuel Clementino Grangeiro, e manteve o seu afastamento do cargo.

    Emanuel Clementino Grangeiro havia ingressado com um Agravo de Instrumento, com pedido de liminar, no TJ/CE, onde solicitava a cassação da decisão do juiz da comarca de Caririaçu, que o afastou do cargo de prefeito, bem como a quebra dos sigilos fiscal e bancário e a indisponibilidade de bens.

    A ação cautelar por improbidade administrativa foi ajuizada pelo Ministério Público do Estado do Ceará, através dos promotores de Justiça Leonardo Marinho de Carvalho Chaves, Lucas Felipe de Brito e Nestor Rocha Cabral.

    O prefeito municipal é acusado de integrar um esquema de desvio de recursos públicos, através de superfaturamento e fraudes em obras públicas em Granjeiro.

    Segundo o desembargador, há indícios contundentes de envolvimento do agravante no esquema ilícito, sendo manifestamente temerária sua manutenção no cargo de prefeito do município de Granjeiro. Com a decisão, Emanuel Clementino Grangeiro continuará afastado da gestão municipal.

    Fonte: Ministério Público do Ceará

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui e em Buritizeiro. No ano passado, o prefeito padre (?) Salvador, de Buritizeiro, fez uma (de tantas outras) licitação fraudulenta, totalmente dirigida pra uma das construtoras do pasteleiro, pretextando construção de uma escola. O pasteleiro "concorreu" com duas construtoras, de cada uma ele detem 95% do capital, salvo engano um cunhado aparece com 5%, e um amigo dele concorreu com uma construtora de fundo de quintal (não esquecer que até chupin dos shows também criou uma pra ele, mas nesse caso não é a dele), naturalmente apresentando preço mais elevado pra perder. Pois bem, uma das construtoras do pasteleiro ganhou da segunda com diferença de apenas R$250,00, estando a obra avaliada em R$152 mil. Algumas paredes da escola foram levantadas, os alunos são alojados num curral adaptado pra sala de aula, e por esse servicinho o padreco pagou R$35 mil ao pasteleiro. Assim, é fácil ficar rico. Assim, padre Salvador, é fácil se fazer vítima. Cadeia é pouco, se a justiça nesse país alcançasse prefeitos como você e o itinerante...

      Excluir
    2. Anônimo, a farra com o dinheiro público em Buritizeiro não se restringe a esse escândalo com a construção da escola, na qual o pasteleiro aparece. Na saúde, a farra do boi parece que foi completa. Foram feitas licitações, para a compra de medicamentos para o hospital e para o setor odontológico, em valores superiores a 3 milhões de reais... Há ainda uma história muito nebulosa com diárias de viagens, algo em torno de 6 mil reiais, cuja explicação brevemente será solicitada a um certo senhor que se diz compungido leitor da bíblia... Só que, na prática, a teoria revelou-se outra...

      Excluir
  83. Se a moda pega de batida policial, vai ter usuário do disk-entrega, que finge ser moralista e contra as drogas, que terá muita dor de cabeça com a PM. Olho vivo, minha gente, porque nem tudo que parece é. Tem filmagem circulando por ai, quando da entrega em domicílio, ainda no bairro Aparecida. Hoje é feita em outro bairro.

    ResponderExcluir
  84. Cícero Passos10/11/2012 10:08

    As ruas de Pirapora estão intrasitáveis. O bairro Cícero Passos as ruas viraram lagoas. Engraçado é que depois das eleições as obras de infra-estrutura das ruas e avenidas pararam. Eles nem disfarçam...

    ResponderExcluir
  85. Tem muito servidor municipal que ajudou a eleger o pitaco sofrendo as consequências do peso da mão do itinerante. Direitos adquiridos estão sendo "tomados". O pessoal da limpeza, que passará a ser gerido pelo SAAE, está com a pulga atrás da orelha, sem contar que tem "chefes e chefas" dos garis chorando por antecipação, pois não sabem o que o futuro lhes reservarão, uma vez que sempre rezaram na mesma bíblia do itinerante e de seus comparsas. Será que o SAAE vai botar ordem na bagunça? Tenho minhas dúvidas.

    ResponderExcluir
  86. Hoje o radialista das veias entupidas de ódio quis emparedar a PM naquele episódio do dono da rádio de Buritizeiro.
    Como não conseguiu falar e resolver o problema de seu amigo junto à PM em Pirapora, resolveu cobrar ao vivo em seu programa. E aproveitou também para questionar o MP e a Justiça de Pirapora. Aprendeu com seu patrão e senhor.

    ResponderExcluir